Falcão veta vacinação de presos e diz que vai priorizar população livre

Pelo PNI, detentos estão nos grupos prioritários da vacinação contra a COVID-19.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Os detentos de Presídios e Penitenciárias estão incluídos nos grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a COVID-19 do Ministério da Saúde. Apesar disso, o prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), anunciou que não irá ofertar as doses aos reclusos do Presídio Sebastião Satiro enquanto a população em geral não for imunizada.

O prefeito fez o anúncio, nesta sexta-feira (02), através das redes sociais:

Realmente está previsto pelo plano nacional de imunização, mas não faremos isso não. Não faz sentido nenhum as pessoas que estão na rua trabalhando desde o início da pandemia e não cometeram nenhum crime serem vacinadas depois que os presos, que estão isolados.

Os policiais penais que atuam no Sebastião Satiro já foram imunizados.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.