Falcão se pronuncia sobre o fim de semana violento em Patos de Minas

O prefeito pretende criar a "Casa da Mulher" para conscientizar e combater a violência no município

Compartilhe!

O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), usou as redes sociais na noite de domingo (13/11) para se pronunciar sobre os episódios violentos registrados neste fim de semana.

Falcão ressaltou que a segurança é dever do Estado, mas que os municípios também devem atuar. Na postagem, ele disse que o município tem o Centro de Referência da Mulher (CRM) e que pretende ampliá-lo, com apoio da primeira dama e deputada estadual eleita, Ludmila Falcão (PODEMOS). A ideia é transformar o Centro de Referência na Casa da Mulher.

O chefe do executivo disse que conversa com representantes de órgãos públicos para traçar estratégias para combater a violência contra a mulher. Ele afirma que mais informações serão divulgadas durante a semana.

O prefeito aconselhou as mulheres, vítimas de violência doméstica, a procurar o Centro de Referência da Mulher ou fazer denúncia através do telefone 181. “Um vizinho, amigo ou familiar de confiança também pode ajudar”, finalizou.

Estamos desde ontem conversando com os órgãos envolvidos e definindo novas ações para ajudar a evitar esses crimes. Quem é vítima de violência doméstica deve procurar o Centro de Referência da Mulher ou discar 181. Um vizinho, amigo ou familiar de confiança tb podem ajudar.

Compartilhe!

5 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Ferreira
15/11/2022 08:27

Pois bem muitas até com medida protetiva ainda acontece essas tragédias, mais é de observar que essa vítima do coração Eucarístico passou na mão de dóis médicos um do SAMU outro dá Santa casa nenhum foi capaz de vê que a mulher estava esfaqueada

Rosália Ferreira
14/11/2022 13:36

Não adianta só denunciar né
As vezes temos que voltar pro cenário da violência.
Por por muito tempo vivi isso.
Nem nossos próprios familiares nos apoiam
Acham que e melhor estarmos casados com um agressor que ser uma mulher divorciada.
Espero em falcão, Ludimila.
Olhem pra esse projeto com todo amor do mundo.
Só quem vive essa situação pode dizer o quanto é difícil fazer a denuncia.
E a medida protetiva e vergonhoso

Sergio Ricardo de Campos 0kada
14/11/2022 12:46

TEMOS QUE MELHORAR A NOSSA SEGURANÇA, DIFICILMENTE VEJO RONDAS DA POLÍCIA NOS BAIRROS TINHAMOS QUE CRIAR A DELEGACIA DA MULHER, UMA GUARDA CIVIL MUNICIPAL, E AMPLIAR O MUNITORAMENTO COM CÂMERAS NOS BAIRROS SO VEJO SEGURANÇA NA ÁREA CENTRAL DA CIDADE.

Vaninha
14/11/2022 10:37

Deus abençoe que esse projeto se inicie o qto antes, a falta de apoio é um dos maiores motivos pelos quais mulheres se calam e cedem a ameaças e chantagens de seus companheiros
Abençoados sejam todos que se envolverem nesse projeto.

Sonia Vieira
14/11/2022 08:56

Nossa muito boa essa iniciativa, tem morrido muitas mulheres recentemente e muitas esta sendo ,agredidas sim,que usso possa acontecer mais rápido

A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

REPORTE DE REPORTAGEM

Usamos cookies para exibir conteúdos com base em suas preferências. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.