Falcão quer chipagem de cães e gatos gratuita para todos

Depois da repercussão, prefeito disse que a população não precisa se preocupar. Ele busca recursos para ampliar gratuidade.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), voltou a falar da chipagem de cães e gatos. No final de maio, um decreto regulamentou uma lei sancionada em 2020 que prevê a identificação obrigatória dos animais através de chip. Pelo atual decreto, os tutores tem até o final de 2022 para providenciar a chipagem ou poderão ser penalizados com advertência ou multa de R$ 359,25.

Diante da repercussão negativa, Falcão promoveu uma live em 30 de maio e ressaltou que o objetivo não é punir ou criar um gasto extra para o contribuinte. Ele destacou que a chipagem é para controlar a população de animais domésticos, evitar e punir maus-tratos e promover uma política de saúde pública.

Nesta terça-feira (21/06), Falcão voltou a falar do assunto e disse que busca recursos com o governo estadual para ampliar a gratuidade da chipagem para todos os cidadãos de Patos de Minas, independente da renda. Ele também cogitou prorrogar o prazo.

O prefeito de Patos de Minas não chegou a anunciar nenhum mutirão de chipagem ou prorrogação do prazo. Ele pediu que os cidadãos tenham paciência e aguarde as novas informações que serão divulgadas em breve.

Atualmente seis clínicas estão credenciadas para implantar o chip. Cada estabelecimento tem a liberdade de definir o valor. “Algumas já informaram que cobrariam por este serviço R$ 35,00 , outras mais de R$ 100,00. Cada um define seu preço” disse Falcão.

Clínicas credenciadas para implantar o chip

Clínica Veterinária PetMi Rua Cônego Getúlio, 621. Centro 34 9 9983-5435
Clínica Veterinária Pet Mania Rua Major Jerônimo, 496. Centro 34 3825-7007
Animale Clínica Veterinária Avenida Padre Almir Neves de Medeiros, 404. Sobradinho 34 3814-2828
Villa Pet Rua Petúnias Rua Petúnias,103. Jardim Centro 34 9 9669-2303
Centro Clínico Veterinário Estrada Escola Agrícola, S/N 34 3823-9502
Centrovet Agroveterinária LTDA Rua Ceará, 775. Cônego Getúlio 34 3825-1070

Assista ao vídeo de Falcão:

Junto com o vídeo, Falcão também postou uma nota informativa. Leia a seguir:

1 – A identificação dos animais já ocorre em diversos municípios do Brasil (inclusive já começou em Patos) para evitar o abandono e a superpopulação de cães e gatos. Tanto pelo cuidado com os animais, quanto pela questão de saúde pública, pois eles acabam transmitindo uma série de doenças, causando acidentes, etc. A identificação / microchipagem, bem como a castração, são as únicas maneiras de resolver estas questões. Patos de Minas está com mais de 40 mil cães, 7 mil gatos e os animais se reproduzem muito rápido. O abandono só cresce. Ao identificar e vincular o animal ao dono é possível responsabilizar por possíveis maus tratos e abandono.

2 – O trabalho de manejo populacional já é feito na nossa cidade, com milhares de castrações nos últimos anos, vacinação e recentemente a prefeitura firmou novo convênio com a ASPAA, com repasses mensais que somarão 360 mil até o final do ano de que vem a título de parceria neste trabalho. A chipagem já está sendo feita nos animais de rua. Lançamos no dia 13/05 o programa estadual Conheça Seu Amigo, através do qual o município recebeu 3 mil microchips do estado e adquiriu mais 5 mil unidades.

3 – Não inventamos essa medida do nada, o nosso decreto apenas regulamenta a lei municipal 7.993/2020, do governo passado. No mesmo ano o município firmou TAC com o ministério público assumindo essa obrigação;

4 – Já existe a lei estadual 21.970/16 no mesmo sentido;

5 – Está em tramitação no congresso e muito provavelmente haverá também lei federal;

6 – Circularam muitos comentários no sentido de que todo mundo seria obrigado a pagar imediatamente, que isso custaria 200 reais por animal, etc. Na verdade há modelos de microchip que podem facilmente ser encontrados por valores entre 10 e 20 reais. O credenciamento foi aberto pela Vigilância em Saúde Ambiental para todas as clínicas e diversas se cadastraram. Algumas já informaram que cobrariam por este serviço 35 reais, outras mais de 100 reais. Cada um define seu preço. O objetivo, como já explicado, é simplesmente evitar o abandonos/superpopulação. Precisamos dar logo um grande passo, do contrário nunca conseguiremos controlar essa situação.

7 – A prefeitura não vai multar e nem obrigar ninguém a fazer nada de uma hora pra outra. Nós já temos quase 10 mil chips, faremos mutirões sem custos para a população e estamos conseguindo mais recursos para identificar quantos animais forem necessários. O decreto é simplesmente para regulamentar leis que já existem e organizar as coisas daqui pra frente.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

2 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Iara Barbosa
22/06/2022 10:42

Depois que foi comunicado que seria obrigatório a chipagem de animais domésticos, o abandono triplicou, no meu bairro em 2 semanas foram 9 filhotes abandonados, e que estamos com a maior dificuldade em arrumar adoção, lar temporário, remédios, ração. A pessoa que está dando lar temporário pra eles não tem condições nenhuma, está cogitando soltá-los novamente, pois não tivemos suporte algum, de nenhum orgão público, nem de nenhuma ONG. E não temos mais nenhuma outra solução. Esses abandonos em múltiplos lugares e com mais frequência, se deu justamente depois desse novo decreto. Seria muito melhor, se o Sr. Prefeito, conseguisse… Ler mais...

Adriano Monteiro
21/06/2022 17:33

Parabéns pela iniciativa Prefeito!!! 👏🏻👏🏻👏🏻

A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.