Falcão justifica criação da comissão da prefeitura para apurar contrato com a COPASA

O prefeito voltou a citar a intenção de romper o contrato, mas ressaltou que processo é complexo e pode ser demorado.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), concedeu entrevista coletiva e explicou a criação da comissão processante da prefeitura para apurar o contrato sem licitação firmado com a COPASA. A comissão é composta por três servidores e terá 60 dias para investigar, prazo que pode ser prorrogado.

Falcão reconheceu o trabalho da CPI na Câmara dos Vereadores e explicou que a procuradoria da prefeitura sugeriu que uma comissão do executivo fosse instaurada para subsidiar o pedido de rompimento do contrato.

O prefeito voltou a lembrar, nesta quarta-feira (09/03), que o processo será longo e difícil, mas o objetivo é que a população tenha acesso a um serviço de qualidade.

Assista:

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.