Fake News: Apreensão de armas em ‘trenzinho da alegria’ é falsa

Muitas pessoas compartilharam as imagens e chegaram a dizer que o fato aconteceu na cidade de São Gotardo.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Apreensão de armas não tem nenhuma relação com o ‘trenzinho da alegria’.
Foto: Reprodução (Redes Sociais)

Na última semana várias pessoas compartilharam através das redes sociais, especialmente pelo WhatsApp, imagens que mostram um ‘trenzinho da alegria’ estacionado e em seguida várias outras fotos com a apreensão de armamento de forte calibre.

As mensagens que acompanhavam as respectivas fotos diziam que o material havia sido apreendido com assaltantes que estavam planejando um roubo. Além disso, afirmava que o fato aconteceu na cidade de São Gotardo no Alto Paranaíba.

- Continua depois da publicidade -
Imagens do “treizinho da alegria” foram compartilhadas juntamente com fotos de armas. Fatos não tem nenhuma relação, trata-se de fake news.
Foto: Reprodução (Redes Sociais)

O Triângulo Notícias apurou o fato e constatou que as informações citadas são falsas, ou seja trata-se de um fake news. As armas e munições foram apreendidas realmente, mas isso aconteceu bem longe de São Gotardo e não tem nenhuma relação com o ‘trenzinho da alegria’.

As armas seriam de uma quadrilha que é suspeita de assaltar um carro-forte na Paraíba. O fato aconteceu na semana passada e durante troca de tiros um policial ficou ferido. Segundo a imprensa da cidade de Santa Rita-PA, pouco tempo depois do confronto os suspeitos foram localizados em uma residência.

Quando a PM chegou no endereço houve troca de tiros e negociações tiveram que serem feitas para propiciar a rendição dos bandidos. A presença da esposa de um dos suspeitos foi exigida, além da presença da imprensa. Com a mulher, mais três dos advogados chegaram. Após isso, os criminosos se entregaram e uma perícia começou a ser feita na casa onde estavam.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -