Ex-prefeitos de Patos de Minas podem depor na CPI da COPASA

O relator da CPI, José Eustáquio de Faria Junior (PODEMOS), disse que convocará todos aqueles que tiveram algum envolvimento com o contrato ou com a prestação dos serviços.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que apura supostas irregularidades na prestação de serviços pela COPASA, pode convocar os ex-prefeitos de Patos de Minas para prestar depoimento.

O relator da comissão, o vereador José Eustáquio de Faria Junior (PODEMOS), disse ao Patos Notícias que pretende convocar todas as pessoas envolvidas no contrato e na prestação dos serviços. Pelo menos quatro ex-prefeitos estariam envolvidos com as negociações com a COPASA.

Antônio do Valle (2005-2008), Béia Savassi (2009-2012), Pedro Lucas (2013-2016) e José Eustáquio (2017-2020)

O contrato que está em vigor foi assinado em 2008 e tem validade por 30 anos. O prefeito na época era Antônio do Valle, então filiado ao Progressistas. Depois administraram Patos de Minas, Béia Savassi, do Democratas e Pedro Lucas Rodrigues, então filiado ao Partido Social Democrático. O antecessor de Falcão, José Eustáquio Rodrigues, do Democratas, assinou um aditivo contratual que permitiu a cobrança gradativa da taxa de esgoto a partir de janeiro de 2021.

O ex-prefeito, José Eustáquio Rodrigues (DEM), disse que a CPI será importante para esclarecer todos os fatos e que deporá caso seja convocado.

A CPI é presidida pela Profª Beth (DEM), com relatoria de José Eustáquio Faria Junior (PODEMOS) e participação de José Luiz (PODEMOS), Mauri da JL (MDB) e João Marra (PATRIOTA).

Nesta sexta-feira (18/06), a partir das 13h, haverá o primeiro depoimento. O autor da denúncia irá detalhar as informações aos parlamentares. As demais oitivas ocorrerão nas terças e nas quartas-feiras. Todos os depoimentos serão transmitidos ao vivo pela internet.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

2 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Romio
Romio
18/06/2021 17:23

Nao queremos mais essa administração da copasa ou esses contrato fraudulento onde a copasa usa e abusa do povo.

Perito
Perito
17/06/2021 22:53

Absolutamente correto, tem que saber quem foi e porque permitiu um contrato tão em desfavor da população e punir. Porque não basta “entrevistar”, tem que achar o culpado e fazê-lo pagar pelo erro. A população não merece esse castigo sendo que um incompetente irresponsável fez toda a m**da.

A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.