Ex-aluna do Ensino Médio UNIPAM recebe medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Linguística

A estudante foi campeã estadual e ficou entre os dez melhores colocados a nível nacional.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Paloma Vieira Borges, ex-aluna do Colégio Universitário do UNIPAM.

A ex-aluna do Colégio Universitário do UNIPAM, Paloma Vieira Borges, conquistou o primeiro lugar do estado de Minas Gerais na Olimpíada Brasileira Linguística (OBL) e obteve uma das dez melhores colocações do Brasil. O resultado rendeu uma medalha de prata, referente à segunda premiação, e a classificação para participar da próxima etapa.

A Olimpíada acontece desde 2011 e a cada ano recebe um sobrenome diferente, herdado de alguma língua que tenha relação com o português falado no Brasil. A atual edição (2020-2021), recebe o nome de Kubata, palavra da língua kimbundu que significa “em casa” e faz referência à pandemia bem como às matrizes linguísticas do português.

Ao todo, a Olimpíada tem quatro fases e Paloma já participou de duas delas. Ela estava cursando o terceiro ano do Ensino Médio do UNIPAM quando iniciou sua participação na OBL, em 2020. Paloma conta que estudou as provas dos anos anteriores e que ficou muito surpresa e feliz ao saber o resultado. “Para mim é como se a prova fosse um enigma, foi desafiador e muito divertido também. Agora, estou empolgada para as próximas etapas”, explica.

Com o resultado obtido ela participará, a partir de março, da Escola de Linguística de Outono (ELO), que consiste em três atividades olímpicas: prova individual, com problemas de linguística; atividade de investigação científica, em equipe; debates sobre temas linguísticos, também em equipe. As atividades acontecerão de forma on-line e, desde que o quadro pandêmico permita, culminarão em um encontro presencial, de duração de cerca de uma semana, na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), na cidade de São Carlos/SP. Caso se saia bem na ELO, a ex-aluna se classificará para a Olimpíada Internacional de Linguística de 2021.

De acordo com a coordenadora pedagógica do Colégio Universitário, Aparecida Silvério Rosa, a participação dos alunos em eventos como a OBL é muito relevante.  “Além de instigar a ampliar suas habilidades lógico-analíticas, abrange ainda a habilidade linguística, e sua perspectiva sobre os povos da nação, a partir de uma abordagem interdisciplinar”, ressalta.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.