Estudante vítima de ataque a tiros em Goiânia fica paraplégica

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Uma das adolescentes baleadas por um colega dentro da sala de aula, no Colégio Goyases, em Goiânia, está paraplégica. De acordo com o Hospital de Urgências de Goiânia, a paraplegia já havia sido diagnosticada no dia da entrada da jovem, mas não havia sido informada a pedido de familiares.

Um estudante fez disparos de arma de fogo contra colegas no Colégio Goyases, em Goiânia. Duas pessoas morreram e quatro ficaram feridas (EFE/Marcello Dantas/Cortesia Jornal O Popular/Direitos reservados)

Um estudante fez disparos de arma de fogo contra colegas no Colégio Goyases, em GoiâniaEFE/Marcello Dantas/Cortesia Jornal O Popular/Direitos reservados

- Continua depois da publicidade -

A menina apresenta uma lesão na medula espinhal, perto da 10ª vértebra da coluna torácica, o que acabou comprometendo os movimentos dos membros inferiores de forma definitiva. O hospital informou que a jovem, de 14 anos, está consciente e respirando sem ajuda de aparelhos, mas segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) humanizada do hospital sem previsão de alta.

Outra estudante atingida no ataque a tiros, também de 14 anos, segue em estado regular. De acordo com o hospital, a paciente está orientada, consciente e com respiração espontânea, mas continua internada em uma enfermaria, também sem previsão de alta.

O ataque ocorreu na última sexta-feira (20). Dois adolescentes morreram e quatro ficaram feridos pelos tiros. O autor dos disparos, de 14 anos, está em um centro de internação provisória até o julgamento do caso pelo Juizado da Infância e Juventude, conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente.

 

*Estagiária sob supervisão da editora Luana Lourenço 


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -