Estudante narra luta para salvar cãezinhos em Patos de Minas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Isadora Tavares

Os animais de rua estão sujeitos à vários perigos. Alguns acabam morrendo atropelados, já outros sofrem com a fome, frio e chuva.

A estudante de Jornalismo, Isadora Tavares de 20 anos, contou uma história emocionante a nossa reportagem. Ela mora no Residencial Pizzolato e na última quinta-feira (21) ficou preocupada ao ouvir um barulho de choro próximo a sua casa. Na companhia da mãe, ela procurou a origem e encontrou em uma praça uma cadela com seis filhotes recém-nascidos.

A cadela tentava cavar um buraco no solo para proteger os filhotes do frio e da chuva. Um dos cãezinhos estava com um grande ferida, uma espécie de bicheira. Isadora contou a nossa reportagem que entrou em contato com a ASPAA (Associação de Proteção Animal e Ambiental) e pediu ajuda, contudo foi orientada a construir um abrigo para os animais. Um representante da entidade disse que posteriormente iria até o local aplicar um medicamento nos animais, mas isso não ocorreu.

No sábado (22), com ajuda de familiares, Isadora providenciou a construção de um lar temporário aos cães. Eles compraram um pedaço de lona e improvisaram uma casinha utilizando paletes.

Foto: Isadora Tavares

Peguei os cachorrinhos que estavam lá na lama, sujinhos, fui abanando eles com a mão, tirando o sujo e coloquei eles lá. Ai chamamos a cachorra, que já estava furando outro buraco, e na hora ela entrou e adorou. Os cachorrinhos foram direto nela para mamar. A gente viu que ela estava feliz – relatou de Isadora Tavares

O filhote, que estava com a ferida, não resistiu e morreu. Um vizinho resolver adotar um dos cãezinhos e outros três aguardam adoção.

Isadora nos contou continuou alimentando os filhotes e a cadela. Quem tiver interesse em adotar pode entrar em contato através do telefone 34 9 9699-0080.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS