Estado Islâmico ataca igrejas no Egito e deixa 36 mortos e 100 feridos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Número de mortos chega a 36, somadas as vítimas dos ataques ao templo de Tanta e ao de Alexandria. Estado Islâmico reivindicou os atentados.

Um parente de uma das vítimas reage depois que uma explosão da igreja.
Foto: REUTERS / Mohamed Abd El Ghany

Pelo menos 36 pessoas foram mortas e mais de 100 ficaram feridas em ataques a duas igrejas coptas no Domingo de Ramos, no último ataque a uma minoria religiosa cada vez mais alvo de militantes islâmicos.
Não houve reivindicação imediata de responsabilidade pelos ataques, que acontecem uma semana antes da Páscoa copta e no mesmo mês em que o Papa Francisco está programado para visitar o Egito.
O primeiro bombardeio, em Tanta, uma cidade do Delta do Nilo, a menos de 100 quilômetros do Cairo, matou pelo menos 25 e feriu pelo menos 78, disse o Ministério da Saúde do Egito.
O segundo, realizado apenas algumas horas depois por um homem-bomba em Alexandria, atingiu a histórica sede do Papa Copta, matando 11, incluindo três policiais, e ferindo 35, acrescentou o ministério.
O papa Tawadros, que assistiu à missa na Catedral de São Marcos, ainda estava no prédio no momento da explosão, mas não foi prejudicado, disse o Ministério do Interior.
Os bombardeios vêm como ramo do Estado islâmico no Egito parece estar intensificando ataques e ameaças contra os cristãos.
Em fevereiro, famílias cristãs e estudantes fugiram da província do Sinai do Egito depois de uma série de assassinatos direcionados.
Esses ataques vieram depois de um dos mais mortíferos na minoria cristã do Egito, quando um atentado suicida atingiu sua maior catedral copta, matando pelo menos 25. Estado islâmico mais tarde assumiu a responsabilidade pelo ataque.
Milhares se reuniram fora da igreja em Tanta pouco depois da explosão, alguns usando preto, chorando e descrevendo uma cena de carnificina.
“Havia sangue em todo o chão e partes do corpo espalhadas”, disse uma cristã que estava dentro da igreja.
“Houve uma enorme explosão no corredor, fogo e fumaça encheram a sala e as lesões foram extremamente graves”, disse outra mulher cristã, Vivian Fareeg.
O presidente Abdel Fattah al-Sisi e o primeiro-ministro, Sherif Ismail, visitarão o local de Tanta no domingo e Sisi ordenou uma reunião de emergência do conselho de defesa nacional, informaram as notícias estatais.
Arwa Gaballa e Ahmed Tolba
Agência Reuters
09/04/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS