Estado é condenado a pagar indenização a homem preso por engano em Patos de Minas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Justiça condenou Estado a indenizar preso por engano em Patos de Minas — Foto: TJMG/Divulgação
 Foto: TJMG/Divulgação

Um homem entrou com uma ação contra o Estado de Minas Gerais após ser preso por engano em Patos de Minas. De acordo com informações publicadas pelo Portal G1, o caso foi julgado como procedente e o estado condenado a pagar uma indenização de 30 mil reais, com correção monetária.

O caso começou em 2012 quando o homem foi preso em uma ocorrência de pertubação de sossego. Foi verificado que havia um mandado de prisão em aberto e o mesmo foi encaminhado ao presídio. No entanto, o sobrenome no documento não lhe pertencia.

O rapaz ficou preso por 28 dias até que o erro foi reconhecido. O estado ainda não se pronunciou a respeito do caso.

Informações: G1 Triângulo

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS