Escola de Uberaba desenvolve projeto de Educação Fiscal

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Crédito: Divulgação/SEE

Alunos do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Francisco Cândido Xavier, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, tiveram esse ano a oportunidade de discutir e aprender muito sobre Educação Fiscal. Com um projeto que estimulou os estudantes a conhecerem a importância do cupom fiscal, a escola ficou entre os 12 finalistas do Prêmio Nacional de Educação Fiscal. 

O prêmio foi promovido pela Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite), em parceria com a Escola de Administração Fazendária (Esaf) e com o Programa Nacional de Educação Fiscal (Pnef) e teve por objetivo valorizar as melhores práticas de educação fiscal do país, que ressaltam a importância social dos tributos e sua correta aplicação em benefício da coletividade.

“Aqui na escola o trabalho foi interdisciplinar e envolveu as disciplinas de Matemática, com o professor Luiz Carlos Augusto Nunes, Filosofia, com o professor Adelino Ribeiro, e de Geografia. Nosso objetivo foi identificar se os comércios da região emitiam cupom fiscal e mostrar para os alunos os benefícios da ação para a sociedade”, conta o professor de Geografia, Dimas Rosa de Andrade.

Para realizar o projeto, os alunos participaram de palestras e depois visitaram comércios da região. “Eles levaram um questionário e perguntavam, por exemplo, o número de funcionários, se a empresa emitia o cumpom fiscal no ato da compra ou se era necessário pedir, entre outros. Identificamos mais de 100 empresas e apenas 3% emitiam o cupom de imediato da compra”, destaca Dimas.

Crédito: Divulgação/SEE

O educador também conta que o projeto quis mostrar para os alunos que por meio do cupom fiscal, é possível identificar todos os tributos que são pagos no ato da comprar. “Eles puderam ver que até quando compram uma bala é cobrado imposto. Por isso, tornamos os alunos multiplicadores, porque a partir do momento que ele é sensibilizado, pode levar isso para o seu lar”, afirmou.

A ideia é que a partir do próximo ano o projeto seja expandido para as outras turmas da escola.

A edição 2017 do Prêmio Nacional de Educação Fiscal recebeu mais de 160 projetos de 16 Estados e do Distrito Federal, entre escolas, Prefeituras Municipais, universidades, dentre outras pessoas jurídicas que desenvolvem, diretamente, projetos voltados à área da educação fiscal em suas comunidades locais.

Os seis projetos vencedores foram: Escola Municipal Filomena de Oliveira Leite, de Curvelo, Minas Gerais; Escola Cidadã Integral Técnica de Cajazeiras Professora Nicéa Claudino Pinheiro, de Cajazeiras, na Paraíba; Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Professora Rosilda Wanghon, de Santarém, no Pará; Universidade Estadual de Goiás (UEG); Prefeitura do Município de Estação, no Rio Grande do Sul; e o jornalista Danilo Alves, com a reportagem ‘A alta taxa de impostos não é percebida por muitos”, veiculada pela TV Cabo Branco, afiliada da TV Globo na Paraíba.


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: AGÊNCIA MINAS

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS