Erica Sena termina em 4º lugar no Mundial de Marcha Atlética

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

A brasileira deixou a área com uma medalha de bronze que recebeu da IAAF do Mundial de Roma de 2016, herdado por causa do doping da campeã dos 20 km, a chinesa Hong Liu.

Erica Rocha de Sena ficou mais uma vez muito perto do pódio no Campeonato Mundial de Marcha Atlética, na cidade de Taicang, na China. A atleta pernambucana terminou os 20 km em quarto lugar, com o tempo de 1:28:11, seu melhor resultado de 2018, em prova encerrada na manhã deste sábado, dia 5.


A mexicana Maria Guadalupe González conquistou o bicampeonato do torneio, com 1:26:38. A prata e o bronze ficaram com as chinesas Shijie Qieyang e Jiayu Yang, com 1:27:06 e 1:27:22, respectivamente.

Erica, que ficou em quarto lugar no Mundial de Londres 2017, esteve quase o tempo todo no pelotão de frente, mas no final optou por manter seu ritmo e completar a prova sob chuva.

A marchadora fez um Camping Internacional de Treinamento de um mês, em Sant Cugat del Vallè, na Catalunha, na Espanha, especialmente para o Mundial de Taicang. “O objetivo foi investir nos treinos de velocidade”, lembrou a atleta, que completou 33 anos na última quinta-feira, 3. “Em Cuenca, a altitude de mais de 2.000 m não permite treinos rápidos”, disse, referindo-se à cidade em que vive com o marido e treinador Andrés Chocho, no Equador.

Embora tenha ficado em 4º lugar, Erica deixou a área de evento com uma medalha no pescoço. Ela recebeu da IAAF o bronze do Mundial de Roma de 2016, herdado por causa do doping da campeã dos 20 km, a chinesa Hong Liu.

Outros brasileiros – Matheus Gabriel de Liz Correa conseguiu um bom resultado na disputa dos 10 km Sub-20. Ele terminou em 17º lugar, com 42:26, superando o recorde brasileiro da especialidade, que era de 42:32 desde o dia 15 de setembro de 2002 e pertencia a Rafael dos Anjos Fontenelle.

Aos 18 anos, o catarinense de Blumenau ficou perto do índice exigido pela IAAF (42:18.72) para o Campeonato Mundial de Atletismo Sub-20, que será disputado de 10 a 15 de julho, em Tampere, na Finlândia.

O pódio foi formado pelos chineses Yao Zhang (40.07) e Zhaozhao Wang (40:12) e pelo guatemalteco José Eduardo Ortiz (40:17). A prova teve 48 participantes.

Nos 50 km, prova iniciada na noite de sexta-feira (4), no horário de Brasília, Nair da Rosa completou as 25 voltas no circuito de 2 km em 4:52.43, longe de seu melhor resultado pessoal e recorde brasileiro de 4:38.48. Ele ficou na 27ª colocação. A China dominou a prova. O pódio teve as chinesas Rui Liang, com 4:04.36, novo recorde mundial, e Hang Yin, com 4:09.09. A australiana Claire Tallent ficou em terceiro lugar, com 4:09.33.

Os últimos dois brasileiros competem no Mundial a partir das 23:10 deste sábado, no horário de Brasília. Moacir Zimmermann e José Alessandro Bernardo Bagio disputam os 20 km.

Erica, com a medalha de 2016/ Foto: Sergio Galdino/CBAt

Fonte: CBAt


Clique aqui para ler essa matéria em sua fonte original.


FONTE: Portal Esporte Net

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.