Enem: recurso especializado deve atender a mais de 5 mil gestantes e lactantes

A partir dessa edição, lactantes vão contar com um tempo adicional de 60 minutos

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, 60% dos candidatos são mulheres. Deste percentual, mais de cinco mil participantes solicitaram atendimento especializado voltado para gestantes e lactantes. A partir dessa edição, as participantes em período de aleitamento materno vão contar com um tempo adicional de 60 minutos. As informações foram divulgadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela organização e aplicação das provas. As gestantes somam 1.661 solicitações, enquanto as lactantes são 3.419.

Conforme o edital do Enem, gestantes e lactantes têm direito a recursos de acessibilidade, como sala de fácil acesso, mesa e cadeira sem braços, além de apoio para pernas e pés. No dia da prova, a lactante deverá levar uma pessoa, maior de idade, para ficar com a criança durante o período de provas, em uma sala reservada. 

 

A Política de Acessibilidade e Inclusão do Inep garante atendimento especializado aos participantes no Enem impresso, com 16 recursos de acessibilidade, inclusive para gestantes e mães em fase de amamentação. Para ter acesso a um desses recursos é preciso fazer solicitação prévia, comprovando a necessidade de atendimento por meio de documento. O resultado para atendimento especializado foi divulgado em 5 de junho. 

 

Sobre o Enem 2020

 

Por conta da pandemia do novo coronavírus, as provas do Enem 2020 serão aplicadas no início de 2021. Quem for fazer a versão impressa deverá comparecer aos locais de aplicação nos dias 17 e 24 de janeiro, enquanto os que optaram pela modalidade digital farão as provas em 31 de janeiro e 7 de fevereiro. 

 

Com o resultado do Enem é possível pleitear bolsa de estudo pelo Programa Universidade para Todos (Prouni), financiar o curso pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), estudar em uma universidade pública concorrendo pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e, até mesmo, estudar no exterior. Diversas universidades e institutos superior de Portugal aceitam o desempenho no Enem como critério de seleção.

 

*Com informações do Inep

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.