Embora siga na onda amarela, microrregião de Patos de Minas aumenta grau de risco em dois pontos

Houve aumento acentuado no indicador que reflete a velocidade instantânea de propagação do vírus e possibilita estimar a taxa de crescimento do número de casos da doença
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Apesar de manter-se na onda amarela do Minas Consciente por mais uma semana (3 a 9 de outubro), a microrregião de Patos de Minas chegou ao grau de risco 14, pontuação limite para não regredir na classificação. Nas duas avaliações anteriores à divulgada ontem pelo Governo estadual, as notas foram respectivamente 12 e 11, ou seja, o grau de risco vem aumentando há duas análises seguidas. Os números confirmam o que já vem sendo alertado pelo Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19: o relaxamento nos cuidados preventivos contra a doença, tanto local quanto regionalmente, estão impactando negativamente os dados epidemiológicos.

De acordo com a planilha de indicadores do plano, a Taxa de Incidência da doença na microrregião saltou de 94 (médio risco) para 138 (alto risco). Houve aumento acentuado também na Variação da Taxa de Incidência, que reflete a velocidade instantânea de propagação do vírus e possibilita estimar a taxa de crescimento do número de casos de Covid-19: de 5% para 66%, também variando de médio para alto risco. A Variação da Positividade Atual, índice que mede a presença do vírus em uma população comparada a outras causas de Síndrome Respiratória Aguda Grave, teve leve queda (30% para 28%), mas ainda tem peso negativo na classificação final.

- Continua depois da publicidade -

Mantiveram-se praticamente estáveis os dois indicadores que avaliam a capacidade de atendimento, com análise da variação na ocupação de leitos de UTI adulto (58% para 60%, médio risco) e número de leitos de UTI adulto disponíveis para população dependente do SUS (10,9 para 10,4, baixo risco).

Avaliação mensal – Conforme o painel de monitoramento da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), o número de casos confirmados em Patos de Minas em setembro foram: 105, entre os dias 1º e 5; 102, entre os dias 9 e 13; 128, entre os dias 15 e 19; 126, entre os dias 22 e 26. Nesta semana, são, até agora, 106 positivos.

“Vale lembrar que alguns indicadores analisados pelo Minas Consciente consideram a relação de dados da última semana sobre dados da antepenúltima semana à data da reunião do Comitê Extraordinário Covid-19. Assim, o aumento mais recente de casos ainda não está todo refletido no grau de risco divulgado nessa quarta-feira. É muito provável que o impacto maior virá na semana que vem”, explica o coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19, Célio Adriano Lopes.

-As planilhas podem ser consultadas aqui (menu “Indicadores do Minas Consciente”).

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -