Editorial: EUA x Coreia do Norte

Os caminhos para o fim da "Segunda Guerra Fria".
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução

O conflito entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos está longe de chegar ao fim. A cada dia noticiamos mais desdobramentos desta rixa ideológica, talvez o mais correto seja encarar o momento como “Segunda Guerra Fria”. No passado, a primeira terminou com o fim da União Soviética e felizmente sem confronto nuclear.

Mas enfim qual a diferença agora? Simples, temos um ditador, Kim Jong-un, é um idealista extremado e sem nenhum senso de responsabilidade. Seus testes militares já causaram impactos ambientais e chegaram a deixar a população do Japão amedrontada na última semana.

No outro lado, temos Donand Trump, o presidente que é famoso por seu extremismo. O que segura o chefe maior dos Estados Unidos é sua equipe que o orienta a respeito das consequências de uma intervenção militar direta, porém tudo tem um limite. No discurso de hoje (19) na ONU, Trump foi categórico e afirmou que pode ter que destruir por completo a Coreia do Norte.

Enfim, para acabar com essa “guerra” sem agressão é necessário cortar o mal pela raiz. É óbvio, evidente, que a China, maior aliada do regime norte-coreano está financiando o projeto de Kim. As sanções ao país não adiantaram, mas quem sabe se às fizerem ao patrocinador poderemos ter outro resultado

O que falta para isso é pulso firme e abdicação de alguns interesses econômicos em prol da paz mundial.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS