"É Deus para ajudar a gente e a população entender a gravidade da situação" desabafa Falcão

Áudio do prefeito de Patos de Minas vazou e viralizou nas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Circula no WhatsApp um áudio do prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), onde ele alerta para a gravidade da pandemia de COVID-19. O Patos Notícias procurou a assessoria de imprensa da prefeitura que confirmou a autenticidade da mensagem. O áudio foi gravado no início da semana (08/03).

A doença de 2021 é outra, não é aquela de 2020, não afeta somente quem tem mais idade, quem tem comorbidade. Ontem eu entrei no Hospital de Campanha meio dia e sai de lá três e meia da tarde. […] Conversei com os pacientes no Pronto Socorro, com os profissionais, conversei na farmácia, entrei dentro do CTI, conversei com todo mundo lá […]. O que eu vi é muito preocupante, paciente com 29 anos entubado, sem comorbidade. Morreu outro desta faixa etária esses dias. O hospital muito cheio. Ainda que os números de Patos estejam tendo uma leve queda […] eu tenho muito medo da população não entender a gravidade do negócio e voltar a relaxar e esses números aumentar de novo. […] Tem duas crianças no regional […]. Tem paciente da região inteira precisando de vaga.  Nem se passasse para 100 leitos de UTI [no Hospital de Campanha], não seria suficiente para atender toda a demanda. […] Cara do céu, o negócio é muito muito difícil, muito difícil mesmo, é Deus para ajudar a gente e a população entender a gravidade da situação, e, é inimaginável o que estamos vivendo.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.