Dupla furta madeira de obra na Av. Marabá e material é encontrado no Residencial Pizolato

O gerente da empresa ficou sabendo da localização do material e foi por conta própria até o Residencial Pizzolato. Quando a PM chegou o suspeito evadiu pulando os muros.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Um gerente de uma construtora que executa obra de canalização pluvial na Av. Marabá acionou a Polícia Militar na última terça-feira (25) depois que notou que várias tábuas e peças de madeira haviam sido furtadas.

As guarnições compareceram no local. O homem de 41 anos disse que recebeu informações de terceiros que o material teria sido furtado por dois homens que conduzia um veículo VW/Gol, modelo quadrado, de cor vermelha.

- Continua depois da publicidade -

Esses homens teriam então se dirigido para o Residencial Pizolato. Com base nas informações, o gerente, juntamente com outros funcionários da empresa, foram até o local e percorreram as ruas na tentativa de localizar a madeira. Na Rua 10, eles encontraram o material no lote de uma das casas, que ainda não possui portões.

Um cidadão estava no endereço e foi questionado pelo gerente. Ele demostrou nervosismo e disse que aquilo havia sido comprado pelo proprietário da casa. A PM foi acionada e verificou que havia um indivíduo de camisa amarela, que ao ver a viatura, empreendeu fuga, pulando os muros e desapareceu.

Os policiais conversaram com um pedreiro que afirmou estar trabalhando no imóvel há dois dias. Perguntado sobre o material, esse disse que aquilo apareceu de uma hora para outra (de um dia para o outro). O proprietário foi identificado como sendo o homem que evadiu pelos muros.

O veículo usado no furto foi reconhecido como o sendo de propriedade do sujeito que mora no Residencial Pizolato. Diligências foram feitas, porém ninguém foi preso até o fechamento desta edição.

Parte do material foi recuperado, 6 das 13 tábuas que havia sido levadas e duas peças de madeira.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -