Dupla é presa vendendo gasolina por 15,00 reais o litro

O caso foi registrado em Paracatu. Na residência onde estava sendo comercializado o combustível, a polícia apreendeu mais de 700 litros de gasolina.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Fonte: Divulgação (Polícia Militar/MG)

Matéria: Paulo Sérgio
Fonte: Paracatu News

Dois homens foram presos na tarde do ultimo sábado (26) comercializando combustível em uma residência no bairro bela Vista I, em Paracatu.

- Continua depois da publicidade -

De acordo com as informações, por volta de 16hs, a Polícia Civil recebeu denúncias de que um homem estaria comercializando gasolina de forma irregular em sua residência e anunciando a venda do combustível em redes sociais pela quantia de R$ 15 o litro.

De posse das informações, a PC em conjunto com a Polícia Militar, deslocaram até a residência dos suspeitos, onde flagraram uma pessoa, saindo da residência, com uma garrafa pet com 2 litros de gasolina.

Ainda segundo informações, na garagem da residência, os policiais encontraram na carroceria de uma camionete ranger, um recipiente/bomba contendo aproximadamente 700 litros de gasolina e mais três galões de 20 litros parcialmente cheios do mesmo combustível.

O suspeito alegou que estava comercializando combustível em sua residência e outro suspeito compareceu até a residência e disse ser dono do combustível e ainda afirmou que possuía cupom fiscal do combustível e que não sabia que seu irmão estava vendendo o combustível no local.

A polícia apreendeu um aparelho celular de propriedade do suspeito com diversas mensagens e áudios referente à comercialização ilegal de combustível, e durante o registro da ocorrência chegavam varias mensagens no celular, de pessoas a procura de gasolina.

Diante da situação, os suspeitos de 32 e 33 anos, foram presos e conduzidos para a delegacia de Polícia Civil, para demais providências. Todo o combustível foi apreendido.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -