Duelo entre rubros e celestes define o 29º a erguer a Taça da Copa do Brasil

Depois do pontapé inicial no Maracanã, equipes decidem o título no Mineirão.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Por: Joice Borge

Mineirão, palco de tantas conquistas, vitórias ao longo de 52 anos – esses comemorados no último dia 5 – e nessa noite irá ter em seus gramados mais uma decisão de peso, como fora denominada por ambas as partes do confronto, uma “Final de Time Grande”. Os dois buscam não só uma vaga para libertadores, algo cobiçado muito mais do que a taça de campeão, mas um lugar ao sol no futebol brasileiro atual, cenário dominado pelo Corinthians e sua magnitude no campeonato brasileiro.

Uma competição com uma média de pouco mais de dois gols por partida, com 282 gols contrastando com os 119 jogos feitos até aqui, a Copa do Brasil chega a sua 29ª oficial em busca de mais um campeão. O Cruzeiro volta a correr atrás do prejuízo em relação ao Grêmio no número de taças erguidas, os mineiros têm quatro títulos, enquanto os gaúchos detém o posto de atuais e maiores campeões, com 5 taças erguidas, a última em cima do arquirrival do Cruzeiro, o Atlético Mineiro.

Para os cariocas o cenário de buscar alcançar o maior campeão também aparece, com três títulos, sendo o último deles em 2013 onde derrotou o Atlético Paranaense, servem como inspiração para alcançar o Cruzeiro e tomar a vice-liderança em questão de títulos, tudo promete em uma noite onde as duas equipes querem prosperar. Vale lembrar que o primeiro confronto terminou empatado em 1 a 1, persistindo no empate a partida é levada a emocionantes pênaltis, já que o critério do gol feito fora de casa esta excluído.

Os times vêm se desenhando de formas diferentes para essa final. A equipe que tem no comando o colombiano Rueda, tem uma lista de desfalques, alguns deles contratados após o término do período de inscrições da competição nacional, tais como Geuvânio, Diego Alves, Rodholfo e Éverton Ribeiro. Há ainda um problema para o departamento médio rubro-negro, Thiago segue machucado, mas a notícia boa é o retorno do atacante Everton, após se recuperar de uma lesão na panturrilha.

Pelo lado dos donos da casa, Mano Menezes tem alguns problemas a mais do que seu adversário na noite, o técnico celeste garantiu apenas um nome na titularidade, o de Alisson, mas deve continuar com o time que vem dando certo durante a campanha. Entre aqueles com quem o técnico não poderá contar, há Rafael Sóbis que cumpre suspensão, além de Ariel Cabral, Dedé e Judivan que estão sob os cuidados do departamento médico do Cruzeiro. Entre os que foram contratados após o fechamento das inscrições há Sassá, Galhardo e Messidoro.

Como não estava na libertadores, o Cruzeiro teve uma vida mais difícil na competição e teve que começar no início dela, jogando com: Volta Redonda (2-1 na primeira fase), São Francisco (6-0 na segunda fase), Murici (5-0 do agregado na terceira fase), São Paulo (3-2 no agregado na quarta fase), Chapecoense (1-0 no agregado nas oitavas), Palmeiras (4-4 nas quartas com gol fora de casa) Grêmio (1-1 nas semifinais e 3-2 nos pênaltis)

Já o Flamengo tinha vantagem de estar disputando a Copa Libertadores da América, com isso só entrava nas oitavas de final junto com outros times, com isso jogou com: Atlético Goianiense (2-1 no agregado nas oitavas), Santos (4-4 no agregado nas quartas com gol fora de casal), Botafogo (1-0 no agregado nas semifinais).

A partida está marcada para hoje, dia 27 de Setembro de 2017, ás 21:45 no Mineirão, onde conheceremos o 29º campeão da Copa do Brasil, a arbitragem da competição fica por conta dos paulistas Luiz Flávio de Oliveira, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS