Drogas de ‘Elite’ são apreendidas pela Polícia Civil em Carmo do Paranaíba e Patos de Minas

Operação 'Droga de Elite' leva esse nome devido ao alto custo de aquisição dos entorpecentes. Essa é a terceira fase da operação.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
WhatsApp Image 2018-12-15 at 19.44.31.jpeg
Foto: Divulgação (Polícia Civil/MG)

A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu sete Mandados de Busca e Apreensão nos municípios de Carmo do Paranaíba e Patos de Minas, em decorrência de investigação relacionada ao tráfico de drogas de alto custo na região.

Durante as diligências, realizadas no último sábado (15), foram apreendidas porções de LSD, haxixe, maconha, psicocibina (cogumelos alucinógenos) e dimetiltriptamina (também conhecida com ayahuasca ou santo daime).

WhatsApp Image 2018-12-15 at 19.44.32.jpeg
Foto: Divulgação (Polícia Civil/MG)

Na residência de um estudante universitário no centro de Patos de Minas, foram encontradas 31 unidades de LSD em papel e um frasco de LSD em gotas, além de porções de maconha e haxixe, uma balança de precisão e materiais utilizados para fracionar entorpecentes.

Ele foi atuado em flagrante por tráfico de drogas. Outros quatro indivíduos foram conduzidos à Autoridade Policial por Uso e Consumo de Drogas e liberados.

Esta foi a terceira fase da Operação Droga de Elite, sendo que, na primeira, um casal foi preso em flagrante nos Correios de Carmo do Paranaíba ao receber uma encomenda de Skunk (variedade mais potente da maconha, de preço elevado) camuflada no meio de um livro.

Na segunda fase, na mesma cidade, foi descoberto um laboratório de conversão de maconha em haxixe, sendo um indivíduo autuado em flagrante e cerca de 1,500 kg de drogas apreendido. A PCMG continuará com as investigações e reforça seu compromisso no combate ao tráfico de drogas.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS