Deputados pedem agilidade a Dr. Hely para votação da indenização da Vale

O projeto segue parado na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO), presidida por Hely Tarqüínio.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Parlamentares debateram a tramitação de projeto sobre o acordo da Vale com o Estado.
Foto: Sarah Torres

Diversos deputados subiram à tribuna do Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), nesta quarta-feira (19/5/21), para cobrar agilidade na tramitação do Projeto de Lei (PL) 2.508/21, de autoria do governador, que autoriza a utilização de recursos do acordo judicial firmado com a Vale para reparação de danos causados pelo rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho (Região Metropolitana de Belo Horizonte).

Durante a Reunião Ordinária de Plenário, os deputados Carlos Henrique (Republicanos), Bosco (Avante), Cleitinho Azevedo (Cidadania) e Douglas Melo (MDB) argumentaram que a votação do projeto que trata do acordo entre o governo de Minas e a Vale é urgente, uma vez que viabilizará recursos para a conclusão de cinco hospitais regionais, uma demanda ainda mais necessária em razão da pandemia de Covid-19.

Carlos Henrique ressaltou que os R$ 11 bilhões referentes ao projeto são essenciais para as populações mais vulneráveis, principalmente neste contexto de pandemia. Ele afirmou que esse recurso, além de possibilitar a conclusão dos hospitais regionais, permitirá a reforma de escolas públicas, a construção de unidades básicas de saúde e a manutenção de estradas. “Não podemos mais adiar essa discussão”, afirmou, ao conclamar os colegas a deixarem de lado questões político-partidárias para que a matéria possa ser votada.

O deputado Bosco também salientou a importância dos recursos do acordo para o fortalecimento de todo o sistema de saúde e a recuperação de rodovias “intransitáveis” no Triângulo Mineiro e no Alto Paranaíba.

O deputado Cleitinho Azevedo disse não entender porque o projeto aguarda há dois meses e meio a análise da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO). “Não sou eu que estou com pressa não, quem está com pressa é o povo”, salientou.

Em resposta, o presidente da FFO, deputado Hely Tarqüínio (PV), disse que o PL 2.508/21 trata de uma questão complexa e um grande volume de recursos, e que a Assembleia não pode analisá-lo sem o devido cuidado.

O deputado também concedeu entrevista ao Patos Notícias e pediu diálogo com o governo de Romeu Zema (NOVO). Assista a seguir:

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

1 Comentário
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
POVO
09/06/2021 18:21

INOPERÂNCIA E INCOPETÊNCIA DESSA CASA

A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.