Deputado do NOVO defende organizações sociais em visita a Patos de Minas

O Deputado Estadual, Guilherme da Cunha, também falou sobre o modelo de concessão de emendas parlamentares.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

O Deputado Estadual, Guilherme da Cunha (NOVO), eleito em 2018 com 24.792 votos, sendo 39 deles em Patos de Minas, participou da inauguração da Santa Casa de Misericórdia no último sábado (7).

Em entrevista ao Patos Notícias, o colega de partido de Romeu Zema (NOVO) defendeu a gestão de hospitais públicos por organizações sociais. Ele criticou a lei 24.780 que impediria terceirizações na saúde e na educação. “A lei foi um retrocesso e o governador fez muito bem em vetar. Porque a gente está vendo acontecer aqui agora, na Santa Casa, o que o governador pretende fazer em mais lugares no estado e a lei impediria isso” afirmou.

Guilherme da Cunha também explicou que as emendas parlamentares, de autoria dele, são concedidas mediante edital, na qual as prefeituras submetem projetos para pleitear recursos. “A gente tem este projeto há três anos, e nos primeiros anos Patos tinham submetido apenas três projetos. E agora, na nova prefeitura, foram 32 projetos só neste ano, dez já estão classificados para a próxima fase” informou. No auge da pandemia ele,  destinou R$ 153 mil para o custeio do Hospital de Campanha.

Assista a entrevista completa:

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.