Epidemia de Dengue: mais 514 notificações e 902 confirmações são registradas

A Prefeitura de Patos de Minas pede que população verifique as residências e elimine focos de água parada.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O novo boletim da dengue de Patos de Minas, divulgado nesta sexta-feira (10/06), trouxe mais 514 notificações da doença e mais 902 casos confirmados. Até o momento, abril foi o mês com mais pessoas infectadas (992), seguido de março (344) e maio (252)

Devido a grande quantidade de casos a maioria dos pacientes são avaliados apenas clinicamente. Quando é realizado o exame, o material é enviado para Uberaba e demora até 40 dias. Segundo a prefeitura, cerca de duas mil notificações aguardam resultado.

Comparativo dos boletins
Data Confirmados 2022 Notificados
10/06/2022 1.672 5.150
27/05/2022 770 4.636
13/05/2022 539 3.528
06/05/2022 468 3.006

Segundo a prefeitura, pessoas com sintomas leves e moderados da doença devem procurar a USF de referência para atendimento de segunda a sexta-feira. Pacientes com suspeita de dengue não precisam agendar consulta.

Aos finais de semana e durante noite e a madrugada, atendimento é prestado exclusivamente na UPA.

LEIA TAMBÉM: 4 Postos de saúde funcionam a noite em Patos de Minas

Para prevenir a dengue é simples: elimine todo e qualquer foco de água parada (como pneus e garrafas). As caixas d’água devem estar tapadas e os pratos de vasos de plantas com areia.

Boletim da dengue - Patos de Minas - 10/06/2022

Sintomas da dengue

Os principais sintomas da dengue são:

  • Febre alta, mais de 38°C.
  • Dor no corpo e articulações
  • Dor atrás dos olhos.
  • Mal estar.
  • Falta de apetite.
  • Dor de cabeça.
  • Manchas vermelhas no corpo.

No entanto, a infecção por dengue pode ser assintomática (sem sintomas). Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta, de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, e manchas vermelhas na pele. Também podem acontecer erupções e coceira na pele.

Os sinais de alarme são assim chamados por sinalizarem o extravasamento de plasma e/ou hemorragias que podem levar o paciente a choque grave e óbito. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, náuseas, vômitos persistentes e sangramento de mucosas.

 

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.