Definidos canoístas brasileiros que participarão das competições internacionais da Canoagem Slalom em 2017

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Seletiva Nacional aconteceu simultaneamente com a 2ª Etapa da Copa Brasil neste final de semana em Foz do Iguaçu.

Foram definidos os atletas que irão disputar as competições internacionais neste ano na Canoagem Slalom. Ao todo 45 canoístas disputaram a Seletiva Nacional realizada neste fim de semana em Foz do Iguaçu (PR) e os atletas classificados no K1 Masculino são: Pedro Gonçalves, Guilherme Mapelli e Renan Soares; no C1 Masculino: Felipe Borges, Charles Corrêa e Leonardo Curcel; e no C1 e K1 Feminino foi Ana Sátila.

- Continua depois da publicidade -

Além destes, os atletas Guilherme Rodrigues, Murilo Sorgetz, Daniel Negrão, Gustavo Selbach Júnior, Kauã Silva, Marina Souza, Omira Maria e Beatriz da Mota estarão no Mundial Júnior e Sub-23. A Seletiva Nacional aconteceu simultaneamente com as provas da 2ª Etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom que reuniu 127 atletas que movimentaram as corredeiras do Canal Itaipu, sede do Centro de Treinamento de Canoagem Slalom do Brasil.

Pedro Gonçalves no K1 Masculino carimbou seu passaporte para as competições internacionais. Renan Soares da ATICA (Associação Tibagiana de Canoagem) comemorou em dose dupla. Além de conseguir vaga na Seletiva, ele foi o mais rápido na 2ª Etapa da Copa Brasil fechando a prova com 85.04.

No C1 Masculino Sênior, Felipe Borges do Instituto Meninos do Lago (IMEL) foi o mais rápido na água e garantiu a vaga internacional e também o lugar mais alto do pódio na sua categoria. Fazendo o tempo de 89.47 segundos ele ficou à frente do seu conterrâneo Leonardo Curcel.

Pelas categorias femininas do K1 e C1 Ana Sátila continua imbatível. A atleta do Instituto Meninos do Lago carimbou com facilidade seu nome para as disputas fora do país. “Vamos para mais uma temporada, estou focada e quero agora buscar mais uma medalha em Copas do Mundo”, esclarece Ana que ano passado conquistou uma prata, em Praga, na República Tcheca, numa das etapas da Copa do Mundo.

Parte da delegação irá para a Europa no início do próximo mês e quem acompanhará nas competições é o técnico e ex-atleta olímpico Cássio Ramon Petry e o diretor técnico da Canoagem Slalom Antônio Pinto.

Bons resultados dos atletas Júnior & Sub-23

No K1 Masculino Júnior Guilherme Rodrigues (IMEL) esteve próximo do índice dos principais atletas brasileiros. Com o tempo de 86.46 segundos ele conquistou o pódio da 2ª Etapa da Copa Brasil. No ranking geral ficou em quarto lugar, carimbou o passaporte no Mundial Júnior e quase foi no Mundial Sênior e Copas do Mundo.

Além de Rodrigues, Murilo Sorgetz (ASTECA) e Daniel Negrão (APEN) representarão o Brasil no Mundial Júnior. Já no K1 Masculino Sub-23 os representantes serão Renan Soares (ATICA) e Guilherme Mapelli (ASTECA).

Omira Estância (IMEL) disputará o K1 Masculino Júnior. No K1 Masculino Sub-23 estará Marina Souza ao lado Ana Sátila que também disputa o C1 Feminino Sub-23, ambas são do Instituto Meninos do Lago. Já no C1 Feminino Júnior a atleta Beatriz da Mota (APEN) será a atleta brasileira. 

Pelo C1 Masculino Júnior o atleta Kauã da Silva (APEN) subiu no pódio em primeiro lugar e em segundo ficou Gustavo Selbach Júnior (ASTECA), ambos irão a Eslováquia representar o Brasil no Mundial da categoria. No Sub-23 os representantes serão Felipe Borges, Leonardo Curcel e Thiago Serra.

 Quem agradou o público foi Wesllen de Souza do Instituto Meninos do Lago. O jovem atleta de 12 anos do K1 Masculino Menor desceu nas águas do Canal Itaipu com um caiaque infantil e o seu resultado foi o sexto lugar, mas para ele valeu a diversão.

Caiaque Cross

A nova modalidade dos circuitos da Copa Brasil está cada vez mais agradando os atletas. Para muitos a prova é uma diversão. Pedro Gonçalves foi o mais rápido na categoria masculino. “É uma competição que tem tudo para crescer”, comenta. Entre as mulheres Beatriz da Motta venceu, “gostei desta prova, é uma grande adrenalina”, explica.

 Pontuação por equipes

O Instituto Meninos do Lago (IMEL) fez quase o dobro de pontos do segundo colocado a APEN (Associação Pirajuense de Esportes Náuticos) seguidos pela ASCAPI (Associação de Canoagem de Piracicaba) com 550 pontos. O evento ao todo contou com a participação de sete associações.

Fonte: CBCa

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -