Defesa Civil Nacional acompanha trabalhos em prédio que desabou em SP

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Defesa Civil está acompanhando o trabalho de assistência às vítimas do prédio que desabou no Centro de São Paulo após incêndio. O Ministério da Integração Nacional informou, por meio de nota, que o ministro Pádua Andrade também acompanha a situação e reafirmou apoio do governo federal para as ações de socorro e assistência às vítimas.

“Recebemos a orientação do presidente Michel Temer para prestar todo o auxílio necessário às famílias e às equipes das defesas civis do estado e do município. Estamos todos consternados. O governo federal não medirá esforços para minorar os impactos disso e o sofrimento dessas pessoas”, disse o ministro

 

O edifício, que ficava na avenida Rio Branco, na região do Largo do Paissandu, era ocupado por um movimento social de defesa ao direto a moradia.

O edifício ficava na região do Largo do Paissandu – Direitos reservados Corpo de Bombeiros de SP

O edifício de 24 andares tombou na madrugada desta terça-feira. O Corpo de Bombeiros está fazendo o rescaldo dos escombros do edifício e realizam ainda o levantamento da situação de um prédio vizinho, que também foi atingido pelas chamas.

De acordo com o ministério, Andrade está em contato com o governador de São Paulo, Márcio França, e o prefeito do município, Bruno Covas. O secretário nacional substituto de Proteção e Defesa Civil, Élcio Barbosa, também está em contato permanente com a chefe da Casa Militar e coordenadora estadual da Defesa Civil de São Paulo, Helena Reis.

“As ações do governo federal após casos de incêndios ou desabamentos são complementares à atuação dos estados e municípios. O contato continua sendo mantido e a equipe da Defesa Civil Nacional está disponível para atuar a qualquer momento”, disse o ministério.

FONTE: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS