Cursos técnicos registram crescimento e reforçam credibilidade

Adesão por formação técnica cresce a cada ano, segundo IBGE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Hoje (23) comemora-se o Dia Nacional dos Profissionais de Nível Técnico, cuja modalidade educacional tem o objetivo de capacitar o aluno do ensino médio com conhecimentos teóricos e práticos em diversas áreas. Por possibilitar acesso rápido ao mercado de trabalho, o curso técnico possui grande adesão dos estudantes e a procura aumenta a cada ano, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

- Continua depois da publicidade -

De acordo com o último censo do IBGE, em 2019, o país registrou 9,3 milhões de estudantes no ensino médio, dos quais 7,1% frequentavam algum tipo de curso técnico. Essa modalidade de ensino também foi registrada dentre 49,3 milhões de pessoas que haviam concluído o ensino médio (5,2%). 

Atualmente, existem vários tipos de cursos técnicos. O estudante pode cursar junto com o ensino médio ou após. De acordo com levantamento do Ministério da Educação (MEC), há 185 possibilidades de cursos técnicos, divididas em 12 eixos tecnológicos. 

O diretor de unidade do Senac-RS, Giancarlo Giacomelli, explica que fora do Brasil o entendimento sobre cursos técnicos é muito claro, enquanto que no país esse conceito ainda deixa a desejar, mas tende a ser positivo. “Esse cenário tende a melhorar uma vez que concursos já aceitam candidatos com cursos técnicos e o mercado de trabalho também começa a compreender a importância da mão-de-obra técnica”, destaca o diretor.

Esse ano, a demanda por cursos técnicos vai crescer 95% na visão de Giancomelli, número superior em comparação ao ano passado. “Hoje, vemos um cenário diferente de cinco anos atrás”, pontua.

Segundo o diretor, em 2020, os cursos técnicos em Logística e Design de Interiores apresentaram aumento na procura dos estudantes. O mais popular continua sendo o curso técnico em Administração, seguido por Transações Imobiliárias e Segurança do Trabalho.

Tipos de cursos técnicos

Cursos técnicos podem ser feitos em escolas técnicas, institutos federais de educação e instituições do chamado Sistema S (como Senac). A oferta é dividida em classificações, sendo:

– Subsequente: para quem já tem o certificado de conclusão do ensino médio e quer fazer uma formação específica para entrar no mercado de trabalho. Após conclusão, o estudante recebe um diploma de Técnico de Nível Médio.

– Concomitante: o aluno faz dois cursos ao mesmo tempo, em uma mesma instituição ou em instituições diferentes, cumprindo jornada dupla de aulas: um curso com as disciplinas normais do ensino médio e outro com as disciplinas do curso técnico. Ao concluir cada um deles, o – aluno recebe o diploma correspondente (diploma do ensino médio e diploma de técnico). 

– Integrado: prepara o aluno para uma profissão ao mesmo tempo em que cumpre a carga de disciplinas do ensino médio. Ao concluir o curso, o estudante recebe dois diplomas: o do ensino médio e o de Técnico de Nível Médio. 

– Formação Inicial e Continuada (FIC) ou Qualificação Profissional: são cursos técnicos de curta duração, voltados para trabalhadores, estudantes de ensino médio e beneficiários de programas federais de transferência de renda (como o Bolsa Família, por exemplo). 

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -