Crime Bárbaro: Homem é preso suspeito de estuprar as duas filhas em Iraí de Minas

O abuso mais recente aconteceu na noite de sábado (02/09) em meio a um cafezal. A mãe das vítimas disse que sabia das agressões, mas foi ameaçada.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Ilustrativa

Um caso de abuso sexual deixou a população de Iraí de Minas chocada. Na manhã do último domingo (03/09), a Polícia Militar registrou uma ocorrência de estupro envolvendo duas adolescentes menores de idade. O pai de 39 anos estaria abusando das filhas a vários anos e o caso veio à tona após o autor tentar repetir os abusos em meio a um cafezal.

Na noite de sábado, o homem chamou a filha para ir até um supermercado. No local os dois compraram alguns produtos e adentraram no automóvel. De acordo com a vítima de 17 anos, o pai alterou o trajeto e a levou até um cafezal, onde a estuprou covardemente. Com medo, ela não conseguiu resistir a agressão.

Logo após, ela chamou a polícia e procurou o hospital, onde foram procedidos os exames. O acusado negou os fatos para a Polícia Militar. A mãe de 34 anos acompanhou o registro da ocorrência e disse que sabia dos abusos a cerca de quatro meses, mas não teve coragem de contar. Ao descobrir o fato, ela marcou uma reunião com as filhas, juntamente com o pai, e os mesmos confessaram a procedência da suspeita. O homem ficou muito nervoso, gritou e disse que caso alguém contasse à polícia haveria retalhação. “Ele me ameaçou e disse que nos mataria caso revelássemos o caso” disse ela. Ele chegou a afirmar que colocaria fogo na casa ao sair da cadeia.

A adolescente de 17 anos era abusada desde os sete anos de idade. Já a outra filha, de apenas 11 anos, estava sendo molestada a dois anos. Diante dos fatos, E.F.F de 39 anos, foi preso e encaminhado para a delegacia de plantão em Patrocínio.

O Triângulo Notícias entrou em contato com a Polícia Civil, no entanto o delegado responsável pelo caso não estava em expediente. De acordo com uma funcionária, o homem continua preso e as investigações irão apurar a procedência dos fatos narrados.

 

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS