Crime Bárbaro: Homem é preso suspeito de estuprar as duas filhas em Iraí de Minas

O abuso mais recente aconteceu na noite de sábado (02/09) em meio a um cafezal. A mãe das vítimas disse que sabia das agressões, mas foi ameaçada.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Foto: Ilustrativa

Um caso de abuso sexual deixou a população de Iraí de Minas chocada. Na manhã do último domingo (03/09), a Polícia Militar registrou uma ocorrência de estupro envolvendo duas adolescentes menores de idade. O pai de 39 anos estaria abusando das filhas a vários anos e o caso veio à tona após o autor tentar repetir os abusos em meio a um cafezal.

Na noite de sábado, o homem chamou a filha para ir até um supermercado. No local os dois compraram alguns produtos e adentraram no automóvel. De acordo com a vítima de 17 anos, o pai alterou o trajeto e a levou até um cafezal, onde a estuprou covardemente. Com medo, ela não conseguiu resistir a agressão.

Logo após, ela chamou a polícia e procurou o hospital, onde foram procedidos os exames. O acusado negou os fatos para a Polícia Militar. A mãe de 34 anos acompanhou o registro da ocorrência e disse que sabia dos abusos a cerca de quatro meses, mas não teve coragem de contar. Ao descobrir o fato, ela marcou uma reunião com as filhas, juntamente com o pai, e os mesmos confessaram a procedência da suspeita. O homem ficou muito nervoso, gritou e disse que caso alguém contasse à polícia haveria retalhação. “Ele me ameaçou e disse que nos mataria caso revelássemos o caso” disse ela. Ele chegou a afirmar que colocaria fogo na casa ao sair da cadeia.

A adolescente de 17 anos era abusada desde os sete anos de idade. Já a outra filha, de apenas 11 anos, estava sendo molestada a dois anos. Diante dos fatos, E.F.F de 39 anos, foi preso e encaminhado para a delegacia de plantão em Patrocínio.

O Triângulo Notícias entrou em contato com a Polícia Civil, no entanto o delegado responsável pelo caso não estava em expediente. De acordo com uma funcionária, o homem continua preso e as investigações irão apurar a procedência dos fatos narrados.

 

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.