CPI da COPASA terá a primeira oitiva amanhã (18)

O cidadão que enviou a denúncia será ouvido pelos membros da comissão. A sessão será transmitida ao vivo pelo Patos Notícias.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a atuação da COPASA em Patos de Minas realizará a primeira oitiva na próxima sexta-feira, 18 de junho, a partir das 14h. O primeiro depoente será o cidadão que enviou a denúncia à Câmara Municipal. A sessão será transmitida ao vivo pelo Patos Notícias.

Todas as demais oitivas serão realizadas nas terças e nas quartas-feiras a partir das 13h. Todas serão transmitidas pela internet para que a população possa acompanhar.

A CPI é composta por:

  • Elizabeth Maria Nascimento e Silva – DEM – Presidente;
  • José Eustáquio de Faria Junior – PODEMOS – Relator ;
  • João Batista de Oliveira – João Marra – PATRIOTA;
  • José Luiz Borges Júnior – PODEMOS; e
  • Mauri Sérgio Rodrigues – Mauri da JL – MDB.

Os integrantes da CPI também avaliam a possibilidade de parceria ou contratação de uma empresa ligada ao setor de recursos hídricos e hidrossanitários para a realização de uma perícia técnica nos serviços prestados pela Copasa. O objetivo é verificar o cumprimento do contrato e a veracidade dos dados apresentados pela empresa, como, por exemplo, a comprovação de que ela realmente trata 90% do esgoto da cidade, entre outras questões.

A população em geral pode encaminhar denúncias a CPI da COPASA através da Ouvidoria da Câmara Municipal pelo telefone 3822-1043 ou e-mail ouvidoria@camarapatos.mg.gov.br.

A Criação da CPI

A abertura da CPI considerou uma denúncia fundamentada enviada à Câmara Municipal, bem como inúmeros problemas constatados pelos vereadores e pela população na prestação dos serviços da Copasa em Patos de Minas. A instalação da CPI aconteceu na reunião ordinária do dia 10 de junho de 2021 e teve a primeira reunião para escolha do presidente e do relator realizada também no dia 10 de junho, com a nomeação oficial por meio da Portaria n.º 1678/2021.

A CPI terá o prazo de 120 dias para concluir as investigações, podendo ser prorrogado por mais 60 dias, se necessário.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.