COVID: Falcão diz que casos são leves e que não cogita restrições

Para o prefeito o aumento de casos preocupa, mas praticamente todos os pacientes se recuperam em casa.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), pediu prudência da população para conter o avanço da COVID-19. Ele disse que felizmente praticamente todos os casos são leves com tratamento domiciliar. “É momento de se cuidar, tomar bastante cuidado. A gente já sabia que o final de ano traria muitos casos, já que a cidade recebe muito visitantes e a população também viaja para fora”.

Questionado, Falcão informou que a Secretaria de Saúde ainda não cruzou os dados de infectados com os de vacinados, portanto ainda não há dados concretos, porém se pode dizer que há pessoas imunizadas que contraíram o vírus, mas apresentaram apenas sintomas leves sem internação.

O aumento de casos não vai se traduzir, neste momento, em fechamento ou restrição de atividades, porque são casos leves e está praticamente todo mundo vacinado. Não há de se falar neste momento em restrição de nenhuma atividade, mas eu não sou Deus, não sei o que vai acontecer daqui pra frente.

O prefeito afirmou que a Secretaria de Saúde está atenta ao cenário epidemiológico e se prepara para atender os pacientes caso a demanda hospitalar aumente. Os atendimentos eletivos nos postos de saúde foram suspensos e um centro para síndromes gripais será montado. Clique aqui e leia a reportagem a respeito do assunto.

Ainda durante a entrevista, Falcão confirmou que a reforma da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) começará na próxima semana.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Comments System WIDGET PACK

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade é integral do autor de cada comentário. Comentários ofensivos podem ser removidos sem autorização prévia. Ao comentar, você concorda com a Polícia de Privacidade e Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.