Covid-19: Laboratório da UFU pode ser instalado em Patos de Minas

O prefeito, José Eustáquio, deu a informação durante entrevista à emissora de rádio.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Michal Jarmoluk por Pixabay

Em entrevista à emissora local Radiopatos, na manhã desta sexta-feira (3), o prefeito José Eustáquio Rodrigues esclareceu questões importantes sobre o enfrentamento do coronavírus no município. A princípio, ele deixou claro que o primeiro caso confirmado da doença, divulgado ontem, refere-se à coleta realizada antes da reabertura do comércio, não tendo ligação direta com o retorno das atividades. Perguntado sobre qual a análise desses primeiros dias de vigor do Decreto 4.081, o chefe do Executivo disse que ainda não é possível fazer um balanço em números, mas adiantou que irá “apertar o cinto” para conter as filas desordenada e o grande fluxo de pessoas, sobretudo idosos, nas ruas.

O prefeito também informou sobre o trabalho que vem sendo feito para atender a pacientes que, porventura, necessitem ser hospitalizados. Segundo ele, a organização de um hospital de campanha no Centro de Especialidades Clínicas (localizado na Avenida Marabá), em parceria com o Unipam, está em fase adiantada. Nesse local serão disponibilizados aproximadamente 40 leitos. José Eustáquio ressaltou, no entanto, que a União ainda não enviou respiradores. Também foi mencionada a possibilidade de instalação, caso necessário, de outro hospital de campanha.

- Continua depois da publicidade -

Ainda sobre condições para internação, José Eustáquio esclareceu: “Fizemos reunião com diretores de hospitais particulares e temos possibilidade de conseguir uns 30 leitos”, acrescentou, referindo-se à autorização do Governo federal para os municípios credenciarem ao SUS leitos em unidades privadas por até 90 dias. De acordo com ele, a ajuda é importante e muito bem-vinda, mas como os hospitais não conseguem oferecer muitos leitos, pois é preciso continuar o atendimento a demais pacientes, ele reiterou a necessidade de a população se prevenir e colaborar mais no combate ao coronavírus.

Laboratório da UFU

Na entrevista, o prefeito mostrou-se preocupado com a demora no resultado de exames. Embora os governos estadual e federal tenham tomado medidas para ampliar a capacidade operacional dos laboratórios responsáveis pelas análises, o município também busca uma alternativa. “Estamos elaborando um laboratório nosso aqui, por meio de parceria com a Universidade Federal de Uberlândia. A UFU instalaria a unidade, e a prefeitura arcaria com os gastos. É uma forma de darmos mais segurança para nossa população”, explicou.

Nos próximos dias, a prefeitura irá apresentar um balanço de todas as ações que vêm sendo tomadas para o enfrentamento da pandemia da doença Covid-19.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -