Corpo encontrado no Rio Paranaíba é identificado

A vítima teria sido morta a tiros na madrugada de sábado (12/02), segundo denúncias repassadas a Polícia Militar.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O corpo de um homem que estava desaparecido foi encontrado na tarde desta terça-feira (15/02) nas margens do Rio Paranaíba, no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Patos de Minas.

Segundo a Polícia Militar, o cadáver estava preso numa cerca. Com a redução da cheia do Rio Paranaíba, ele foi descoberto pela água e avistado pelos moradores.

Familiares identificaram o corpo como sendo de Valdeci Pacheco Magalhães de 35 anos. Após trabalho da perícia da Polícia Civil, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) onde passará por limpeza e verificação de eventuais sinais de violência.

Valdeci estava desaparecido desde sábado (12/02) quando testemunhas disseram que ele foi perseguido, baleado e atirado nas águas do Rio Paranaíba.

Segundo a ocorrência da Polícia Militar, a vítima teria sido baleada primeiro na Rua da Saudade, no bairro Nossa Senhora Aparecida. Ela teria corrido e sido perseguida até a Rua Guilherme Vilela, onde foi novamente atingida por tiros. A vítima carregava, segundo testemunhas, um vaso sanitário, que foi encontrado no passeio.

Ainda de acordo com as testemunhas, os atiradores teriam arrastado o corpo para o Rio Paranaíba e o jogado nas águas.

Parte do crime foi flagrado por câmeras de segurança, cujas imagens estão no poder da polícia, mas não foram divulgadas. O delegado de homicídios, Luís Mauro Sampaio, afirmou que as investigações se iniciaram ainda no final de semana. Agora com a localização do corpo, os esforços se concentram na determinação da autoria e demais circunstâncias, como a motivação.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.