Homem é encontrado morto dentro de vala com mãos e pés amarrados

Duas motocicletas abandonadas foram encontradas perto do local. Vítima foi identificada.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um homem foi encontrado morto com mãos e pés amarrados dentro de uma vala na região do Barreiro, zona rural de Patos de Minas. Foi identificada uma perfuração de projétil de arma de fogo na região da cabeça. Polícia Civil já tem suspeitos, mas ninguém foi preso ainda.

A vítima foi identificada como Júlio César de Oliveira, de 43 anos. Ele possuía diversas passagens policiais como abuso sexual, cárcere privado, dano ao patrimônio e envolvimento com drogas.

Na manhã desta terça-feira (29/03) a Polícia Militar foi acionada por um caminhoneiro que viu um corpo jogado nas margens da estrada.

Uma viatura da Polícia Militar passou pelo local e não encontrou, a princípio, nada de anormal. Posteriormente numa análise mais minuciosa uma vala foi encontrada.

A polícia chegou a apontar que se tratava de dois corpos, mas após a abertura da vala se verificou uma única vítima. A perícia técnica da Polícia Civil procedeu com os trabalhos de praxe e encaminhou o corpo para o Instituto Médico Legal (IML).

O Corpo de Bombeiros também foi chamado para auxiliar as buscas. Eles fazem uma varredura pela área para verificar se encontram algum vestígio que possa ajudar na elucidação do crime.

Duas motocicletas, com placas de Patos de Minas, foram encontradas abandonadas perto da cova. Ainda não se sabe se os veículos possuem ligação com a vítima ou com os autores.

Foram localizados quatro capacetes que podem pertencer aos autores. Perto da cova foram achadas três enxadas e uma pá, estas usadas para abrir o buraco.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.