Corpo de Bombeiros vistoria postos de combustíveis de Patos de Minas

A Operação Alerta Vermelho acontece em vários municípios de Minas Gerais.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (4), o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) segue sua agenda de vistorias de fiscalização em alguns segmentos do comércio no estado, buscando certificar o cumprimento das exigências das medidas de segurança contra incêndio e pânico, de modo a garantir a proteção das pessoas e prevenção de incêndios. A força-tarefa de fiscalizações, dessa vez, tem como alvo os postos de abastecimento e serviço.

Como premissa do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), a ação também visa estimular a cultura de prevenção e autoproteção, bem como promover o tema Segurança Contra Incêndio e Pânico junto aos militares do CBMMG e a população. No entanto, as edificações que apresentarem irregularidades poderão ser advertidas ou até multadas, conforme a análise das condições específicas de cada edificação.

Mais de 500 militares participam das vistorias, distribuídos por Comandos Operacionais de Bombeiros (COB’s) de cada região do estado. Na região do 2º COB são 86 Bombeiros Militares divididos em 31 equipes, e 34 viaturas empregadas na operação, distribuídos nas cidades de Araguari, Araxá, Campos Altos, Ituiutaba, Iturama, Frutal, Patrocínio, Patos de Minas, Paracatu, Uberaba, Uberlândia e Unaí. Durante a operação, serão verificados itens importantes como: o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), as saídas de emergências, a sinalização, iluminação de emergência, extintores, instalações elétricas, e outros elementos indispensáveis à regularização das edificações.

Histórico em 2019

No ano passado foram realizadas 6 etapas da Operação Alerta vermelho com 8.509 vistorias em estabelecimentos de todas as regiões de Minas Gerais. Deste montante, 3.308 estabelecimentos estavam regulares e 5.320 apresentavam falhas ou estavam irregulares. Estiveram envolvidas 1.200 equipes, com cerca de 3.500 militares. Entre os tipos de edificação, foram vistoriados hospitais e clínicas, edificações de baixo risco, escolas e pré-escolas, hotéis e assemelhados, postos e centrais de distribuição, além de presídios e centros socioeducativos.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.