Coromandel em Luto: Morre aos 46 anos o radialista Carlos Martins

O radialista da Gerais FM faleceu na noite de ontem em Uberlândia. A sociedade de Coromandel lamentou sua morte.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Através de nota, a 97,9 informou a população da morte do locutor Carlos Martins “é com muita tristeza e pesar que direção e funcionários da Rede Gerais de Comunicação, comunica o falecimento do nosso amigo e companheiro de trabalho, Carlos Martins. A todos os ouvintes, amigos e admiradores nossos mais sinceros votos de pesar”.

Carlos Martins faleceu na noite de ontem, domingo (16), no Hospital da Universidade Federal de Uberlândia às 22h. O comunicador estava internado desde a terça-feira (11) em decorrência de uma parada cardiorrespiratória. Segundo informações da família, por volta das 16h do dia 11 de Julho, ele teria sentido os sintomas, e de imediato, foi socorrido pela sua esposa Cláudia Cristina e auxílio de amigos, o levaram ao Pronto Socorro Municipal.

- Continua depois da publicidade -

Carlos chegou à unidade de saúde, em Coromandel, sem batimentos cardíacos. Após os procedimentos médicos, a equipe conseguiu reverter o quadro do radialista e estabilizá-lo.  Diante da situação, o profissional foi transferido para o HC em Uberlândia.

Carlos José Martins (46 anos) deixa a esposa Cláudia Cristina, os pais José Domiciano e Suely; os irmãos Bruno, Neide e Nédia e os filhos Carlos Henrique e Lorena.

O corpo do radialista está sendo velado no Salão de Velórios “Passo da Saudade II”, em Coromandel. Haverá missa de corpo presente às 15h, na Capela de São Vicente de Paulo. O sepultamento será às 16h no Cemitério Municipal.

Foto: Divulgação

Carlos Martins foi o primeiro locutor contratado pela Rádio Gerais e estava na emissora havia 23 anos. Antes, trabalhou na rádio Diamante AM de Coromandel e depois foi para uma emissora na cidade de Araguari e retornando para Coromandel.

Muitos amigos e colegas prestaram homenagens para o profissional nas redes sociais. Kátia Pimentel, locutora, lamentou a morte do amigo “uma grande perda para a comunicação, Carlos foi e sempre será um radialista com talento inexplicável. Seu carisma era diferenciado. A família Gerais FM hoje está sem uma ‘parte’ fundamental. Meu, nosso amigo deixará saudade. Trabalhei com ele na 97, quase 20 anos (emocionada)”.

“Era muito prazeroso trabalhar com ele, que era mais que um colega, era amigo, um irmão. Se relacionava bem com todos, do pessoal da limpeza à direção da rádio”, palavras do radialista e repórter da emissora, Jader Costa.

O profissional apresentava programa nas manhãs da emissora, de 6 às 10h, sendo líder de audiência, o humorista Riberão também participava com Carlos Martins, de 6 às 8h. Sempre irreverente, talentoso, brincalhão, carismático e com uma voz marcante, Carlos deixa um legado muito respeitado e admirado por milhares de ouvintes do Alto Paranaíba, Triângulo Mineiro e demais localidades de abrangência da emissora.

Mais de duas décadas na comunicação, o radialista levava entretenimento e informações nas ondas do rádio. Coromandel em luto diante da perda de um profissional considerado ícone da comunicação, um dos mais respeitados no ramo radiofônico, sendo referência para outros colegas. A voz que encantava, hoje, foi “silenciada”.

Wagner Honorato – Triângulo Notícias

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -