Copasa investirá R$ 20 milhões em Patos de Minas

A obra para ampliação e melhoria do sistema de abastecimento da cidade beneficiará 60 mil moradores em 50 bairros.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Da esquerda para a direita: Saulo de Lima Bernardes, gerente regional Patos de Minas; Christian Antônio Mendes Faria, engenheiro da empreiteira responsável pela execução das obras; Edilson Alves de Oliveira, gerente da Unidade de Serviço de Expansão Oeste; Júlio Cézar Caetano da Silva, engenheiro de sistemas; Luís Eduardo Falcão Ferreira, prefeito; e Cristiane Carneiro Gomes da Silva, superintendente da Unidade de Negócio Oeste.
Foto: Divulgação

A ordem de serviço para ampliação do sistema de abastecimento de água de Patos de Minas foi assinada, nesta terça-feira (01/06). A cerimônia ocorreu na Prefeitura e reuniu o chefe do executivo, Luís Eduardo Falcão Ferreira, representantes da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e o engenheiro da empreiteira responsável pela execução das obras, Christian Antônio Mendes Faria.

Com início programado para o mês de junho, a obra será realizada em duas etapas. Na primeira, estimada para ser executada em até 18 meses, serão construídos mais de nove mil metros de redes de distribuição. Avaliado em R$12 milhões, o investimento dessa primeira etapa irá beneficiar aproximadamente 60 mil moradores em cerca de 50 bairros das partes mais altas e afastadas do centro da cidade.

Foto: Divulgação

O prefeito Luís Eduardo Falcão falou sobre a melhoria. “A notícia é recebida com satisfação. A gestão vê como fundamental as obras que vão melhorar o abastecimento de água, haja vista que existe essa necessidade. Também estaremos atentos às intervenções feitas nas vias para garantir a qualidade da recomposição asfáltica. Vamos trabalhar em conjunto a fim de minimizar os impactos, para que a população seja bem atendida”, ressaltou.

De acordo com o gerente regional da Copasa, Saulo Bernardes, “as obras eliminarão, definitivamente, intermitências causadas pelo aumento abrupto do consumo e transtornos ocasionados pela falta de água na época de estiagem”, contou.  Hoje a Companhia trata 90% do esgoto produzido na cidade e as obras para ampliação do tratamento estão em andamento desde setembro de 2020, com a finalidade de tratar 100%.

Os bairros diretamente beneficiados com as melhorias serão: Abner Afonso, Afonso Queiroz, Alto da Boa Vista, Alto da Colina, Alto da Serra, Alto do Limoeiro, Alto dos Caiçaras, Alvorada, Bela Vista, Belvedere, Boa Vista, Caiçaras, Campos Elíseos, Canavial, Caramuru, Cerrado, Condomínio Moradas, Condomínio Terra Nova, Coração Eucarístico, Distrito Industrial, Ipanema, Jardim Aquarius, Jardim Califórnia, Jardim Céu Azul, Jardim Dos Andrades, Jardim Esperança II, Jardim Esperança, Jardim Itamarati, Jardim Panorâmico, Jardim Peluzzo, Morada da Serra, Morada do Sol II, Morada do Sol, Nossa Senhora de Fátima, Nova Floresta, Novo Horizonte, Padre Eustáquio, Planalto, Residencial Barreiro, Residencial Caiçaras, Residencial Gramado, Residencial Monjolo, Residencial Quebec, Residencial Sorriso, Sebastião Amorim, Sol Nascente, Valparaíso e Vila Garcia.

Já na próxima, programada para começar no segundo semestre de 2022 e com duração estimada de 12 meses, terá um investimento de R$ 8 milhões. Nessa última fase, a Companhia irá ampliar a capacidade de captação de água no Rio Paranaíba de 420 para 550 litros por segundo. Com as duas etapas de obras, ocorrerá um aumento de 30% na capacidade de produção de água.

Segundo a superintendente da Copasa no âmbito da Unidade de Negócio Oeste (UNOE), Cristiane Carneiro, as ações contribuirão para tornar o tratamento e a distribuição de água ainda mais eficientes. “Todas as obras obedecerão às normas estabelecidas pelos órgãos regulamentadores responsáveis, o que permite que as unidades comecem a operar tão logo sejam concluídas”, explicou.

Mais investimentos

Além da ampliação e melhoria do sistema de abastecimento, os representantes da Copasa anunciaram, ainda, que no mês de junho deste ano será publicado o edital de licitação da obra para melhoria do sistema de esgotamento sanitário nos distritos de Areado, Bom Sucesso, Major Porto, Pilar, Pindaíbas e Santana de Patos. O investimento, estimado em R$14 milhões, beneficiará mais de 3.500 pessoas, que já contam com água tratada pela empresa de saneamento. “Em Pilar e Pindaíbas, inclusive, já tratamos o esgoto, mas a cobrança é somente pela coleta”, contou Cristiane.

A Copasa está em Patos de Minas, desde 1973, e mais de R$124 milhões foram investidos em mais de 880 km de redes de distribuição e em duas Estações de Tratamento de Água (ETA), com capacidade para tratar até 550 L/s. Atualmente, a cidade conta com cerca de 75 mil ligações, o correspondente a mais de 135 mil pessoas.

Por meio de muito trabalho, ética, transparência e respeito à população, o Sistema de Abastecimento de Água (SAA) da Capital do Milho é considerado referência de atendimento para o Estado, conforme avaliações de entidades e organizações diversas.

A água distribuída em Patos de Minas atende aos padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde, passando por um rigoroso processo de controle de qualidade, mediante a realização de análises antes, durante e depois do tratamento.

Em 2009, a Copasa deu mais um passo em prol do bem-estar dos patenses: com o início do serviço de esgotamento sanitário. Atualmente, a empresa já investiu mais de 183 milhões na construção de 649 km de redes coletoras que recebem os afluentes de quase 60 mil ligações e direcionam para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), com capacidade para tratar mais de 23 milhões de litros diariamente.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

2 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Fernando
Fernando
03/06/2021 11:29

A empresa que mais roubou a cidade cobrando taxa de esgoto integral a 20 anos enquanto tratava 15% do esgoto, bando de ladrões

Perito
Perito
02/06/2021 14:53

Deixa eu entender, a Copasa “vai investir”? Esse dinheiro não é nós que pagamos nas contas de água e esgoto? Dê nomes certos aos bois, nós é que vamos investir, a Copasa vai apenas administrar esses recursos.

A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.