COPASA e Polícia Civil vão investigar o descarte irregular de hidrômetros em Patos de Minas

Peças de hidrômetros encontradas deveriam ter sido levadas para Belo Horizonte, onde são descartadas de forma regular.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Uma denúncia do descarte irregular de peças de hidrômetros mostrada na manhã desta terça-feira (20/10) pelo PATOS NOTÍCIAS virou caso de polícia. Técnicos da COPASA estiveram no local e descobriram um possível furto dos equipamentos que eram trocados das residências. Os relógios de hidrômetros foram encontrados por um morador que fazia caminhada pela Rua Aristeu Caetano de Andrade, no Bairro Laranjeiras.

Com exclusividade, o PATOS NOTÍCIAS acompanhou o recolhimentos das peças encontradas pela companhia de fornecimento de água. Os técnicos que estavam no local explicaram para nossa equipe que a troca destes equipamentos é feita por empresas terceirizadas e que os hidrômetros antigos são enviados para Belo Horizonte, onde são devidamente descartados.

A suspeita é que estes equipamentos foram extraviados para retirada das peças de cobre. As peças de hidrômetros estavam com selo de identificação no local, além do lacre. Agora, os técnicos vão tentar descobrir de onde saiu estes hidrômetros que foram parar na área de preservação permanente no Bairro Laranjeiras. A Polícia Militar esteve no local para registrar um boletim de ocorrência que será enviado para a Polícia Civil, que vai investigar o caso.

Leia também:
– Morador encontra diversas peças de hidrômetros em área de preservação.

A Assessoria de Comunicação da COPASA também enviou a seguinte nota:

“A Copasa esclarece que técnicos da Companhia estiveram no local onde hidrômetros foram descartados de maneira incorreta, no bairro Laranjeiras, em Patos de Minas.

Parte do material foi recolhido para investigação e um boletim de ocorrência policial foi registrado, com a finalidade de apurar a origem dos equipamentos.

A empresa destaca que, quando um hidrômetro é retirado para substituição, o aparelho antigo é enviado à sede da Companhia, em Belo Horizonte, para o devido controle e destinação adequada.”

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS