Coordenador do Procon Municipal faz alerta sobre aumento no número de golpes financeiros

Rafael Godinho dá dicas para não ser vítima de golpe.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Ultimamente tem se tornado frequente noticiarmos golpes em Patos de Minas. Geralmente as pessoas perdem quantias que ultrapassam quatro dígitos na conta bancária. Através de um vídeo, o coordenador do Procon Municipal de Patos de Minas, Rafael Godinho, fez um alerta nesta quarta-feira (13/10 para as pessoas não caírem nestes golpes.

Rafael Godinho disse que na ultima semana, o Procon Municipal recebeu inúmeros consumidores que foram vítimas de golpes financeiros. Alguns destes crimes, são aqueles que levam a pessoa até o banco, através de ligação telefônica. O estelionatário se passa por agente da instituição financeira e pede uma série de informações. Eles pedem que a pessoa vá até banco sem desligar o telefone. “Isso é golpe, o banco não te liga. Não forneça seus documentos”, alertou.

Outra modalidade citada por Rafael é sobre os falsos empréstimos. Ele orienta para que quem quer contratar um empréstimo, para que vá até uma instituição financeira e procure saber a idoneidade desta instituição. Na dúvida, o coordenador pede para que a pessoa vá até o Procon Municipal e leve o contrato, antes de fechá-lo. “Leve o contrato para a gente saber se este contrato é válido, se é seguro e se ele está te resguardando de seus direitos”, explicou.

O coordenador explicou que depois que assinado o contrato, a pessoa tem que receber o dinheiro para depois começar a efetuar o pagamento. Segundo ele, na maioria das vezes, as pessoas assinam este contrato e desde então começa uma série de ligações de cobrança de valores, alegando que é necessário registrar o contrato na Receita Federal e outras desculpas do estelionatário. “Isso é golpe! Você só paga o empréstimo depois que o dinheiro está na sua conta”, alertou.

Rafael finalizou o vídeo clamando para que as pessoas não forneçam os documentos pessoais. Ele explica que os criminosos podem não utiliza-los imediatamente, mas podem fazer dívidas no nome da vítima em ocasião futura, fazendo dívidas no nome dela.

“Tome este cuidado e na dúvida, nos procure lá no Procon”, finalizou Rafael.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.