Patos de Minas 

Consórcio vence leilão e trará iluminação de LED e redução na conta

O consórcio será responsável pela modernização e gestão da iluminação pública pelos próximos 13 anos.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Aconteceu nesta quarta-feira (15/12), na sede da Bolsa de Valores (B3), em São Paulo (SP), leilão que definiu a empresa que irá operar a parceria público-privada (PPP) de iluminação pública de Patos de Minas (MG). Por meio da PPP com apoio da CAIXA, será realizada a manutenção, modernização e ampliação do parque de iluminação do município pelos próximos 13 anos.

Patos de Minas aparece em segundo lugar, a nível Brasil, no ranking das concessões que mais atraíram interessados, 11 no total, ficando atrás apenas da prefeitura de Aracaju-SE.

O Consórcio Ilumina Patos ofereceu a menor proposta de contraprestação mensal, R$ 319.852,54, e venceu o leilão. Cerca de três empresas, incluído uma multinacional, fazem parte do consórcio.

A pedida inicial, máxima, era de R$ 665,3 mil mensais. A diferença do lance, que considera o menor valor, foi de 51,93%, o chamado deságio. Na prática isso significa que a prefeitura arrecadará mensalmente com a taxa de iluminação pública e repassará para o consórcio R$ 319,9 mil. O restante do valor será aplicado em desconto na conta de energia do cidadão.

O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS) e o Superintendente Nacional de Serviços de Governo da Caixa, Flávio Tagliassachi Gavazza, concederam entrevista ao Patos Notícias.

“Isso na prática significa que a conta de energia do cidadão irá diminuir e nós iremos modernizar a iluminação da cidade” explicou Falcão. A implantação da iluminação de LED começará no final do primeiro semestre de 2022 e será concluída até o final de 2023.

O projeto contou com o assessoramento da CAIXA e foi estruturado com recursos do Fundo de Apoio à Estruturação e ao Desenvolvimento de Projetos de Concessão e PPP (FEP), administrado pelo banco.

“A Caixa acompanhou a prefeitura neste processo desde 2018. Há uma expectativa de redução da conta de energia do município em mais de 50%, então é mais um recurso nos cofres da prefeitura para ser revertido para a população” detalhou Flávio Gavazza.

A parceria vai beneficiar 153 mil pessoas e promover a modernização do Parque de Iluminação Pública de Patos Minas, um importante polo de comércio e serviços na região do Parque de Noroeste de Minas e Alto Paranaíba.

O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), acompanha o leilão em São Paulo
Foto: Divulgação

O projeto prevê a substituição das lâmpadas de vapor de sódio e de mercúrio por LED, que iluminam melhor e consomem menos de energia. Além disso, serão modernizados mais de 25 mil pontos de luz para melhorar a iluminação de ruas e calçadas, aumentando a sensação de segurança da população e incentivando as atividades noturnas da indústria e comércio, que fomentam o desenvolvimento econômico e social local.

Com as melhorias, haverá a redução no consumo de energia em quase 58% se comparado ao sistema atual. O projeto também possibilitará a implantação de sistemas de telegestão em cerca de 23% dos pontos de iluminação, o que permite o controle remoto da regularidade dos serviços prestados.

Confira o valor de todas as propostas:

1 – Consórcio Ilumina Patos: R$ 319.852,54
2 – Consórcio EHT: R$ 356.611,53
3 – Quark Engenharia: R$ 383.952,21
4 – Consórcio Ilumina Patos de Minas: R$ 424.599,00
5 – SADENCO: R$ 430.511,80
6 – Consórcio Aratu – Sapucaí: R$ 431.345,00
7 – Consórcio Smart Patos de Minas: R$ 470.624,94
8 – Consórcio Luz Brasil: R$ 489.250,98
9 – Consórcio CONCIP Patos de Minas: R$ 509.036,00
10 – Consórcio Patos de Minas IP: R$ 522.940,00
11 – Consórcio Luz de Minas: R$ 553.213,60

Reveja a íntegra:

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.