Conheça os finalistas do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal 2020

Anúncio dos vencedores será no dia 9 de dezembro
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Emater-MG divulgou nesta sexta-feira (27/11) a lista dos 20 finalistas do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal 2020. Os queijos foram os que receberam a maior pontuação entre todos os 185 inscritos na competição. A lista dos classificados está no site www.emater.mg.gov.br e também pode ser acessada clicando aqui. O anúncio dos vencedores será feito durante uma solenidade na sede da empresa, em Belo Horizonte, no dia 9 de dezembro.

O julgamento dos queijos do concurso, com a escolha dos finalistas, foi realizado na última quarta-feira, na capital mineira. A análise foi feita por uma equipe de 25 jurados formada por estudiosos da produção queijeira e por profissionais com ampla experiência na área. Concorreram queijos produzidos nas sete regiões caracterizadas e reconhecidas como produtoras de Queijo Minas Artesanal: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serro e Triângulo Mineiro. Todos os queijos inscritos são legalizados, com inspeção municipal ou estadual.

A avaliação foi feita sem que os jurados soubessem quem era o produtor de cada queijo e qual a região de procedência. Os queijos foram avaliados em sabor, textura, aroma, apresentação, cor e consistência.  Na primeira etapa, eles analisaram todos os queijos participantes e escolherem os 20 melhores. Num segundo momento, os queijos classificados foram novamente avaliados para a eleição dos cinco primeiros colocados, entre eles, o campeão estadual.

Este ano, além do júri técnico, também foi eleito o melhor queijo por uma comissão formada por jornalistas. Eles avaliaram os 20 queijos finalistas selecionados pelos jurados técnicos. O produtor do queijo eleito pelo júri dos jornalistas também será anunciado e premiado na solenidade do dia 9/12.

O concurso deste ano foi promovido em comemoração aos 300 anos de Minas Gerais.

Queijo Minas Artesanal

O Queijo Minas Artesanal mantém as características de produção artesanal, predominantemente a partir de mão de obra familiar, com produção em baixa escala através de leite cru (não é permitido leite pasteurizado), produzido na propriedade (proibido aquisição de leite), utilização de coalho, pingo e salga seca. Ele é apreciado graças ao conhecimento passado entre gerações e às suas características peculiares. O modo artesanal da fabricação foi registrado como patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal é promovido todo ano pela Emater-MG, vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com o objetivo de estimular a produção de queijos de qualidade, promover a divulgação entre consumidores e incentivar a legalização de queijarias.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.