Confira se seu restaurante segue todas as regras da Vigilância

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um dos primeiros passos para ter sucesso no negócio do ramo de alimentos é se adequar a todas as normas da vigilância sanitária, garantindo que o espaço de atendimento siga as boas práticas de higiene, prevenindo que determinadas condutas possam prejudicar a saúde de clientes e funcionários.

No Brasil, a responsável por estabelecer essas regras é a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), vinculada ao Ministério da Saúde. A higienização das instalações, utensílios e outros equipamentos, além do preparo, armazenamento e transporte de produtos são algumas das resoluções da agência reguladora.

À vista disso, é necessário estar atento a todos os possíveis riscos que possam indicar o insucesso do negócio — e se adequar às normas da vigilância sanitária é uma delas. Ainda está com dúvidas? Confira algumas boas práticas essenciais que seu restaurante deve seguir. Veja!

Mantenha o local sempre organizado e higienizado

Não é atoa que dizem que a organização é a base de tudo. Um dos requisitos básicos para se adequar às normas da Anvisa é manter o ambiente limpo e organizado, contando com uma boa iluminação e ventilação.

Além disso, o restaurante deve contar com uma rede de esgoto (ou fossa séptica), de modo que essas devem ser as únicas formas de descarte. As lâmpadas também devem ser protegidas contra quebras, enquanto caixas de gordura e outros devem ser mantidas distantes do local de preparo de alimentos, para evitar qualquer contaminação.

Busque investir em bons produtos de limpeza no atacado, como desinfetantes, água sanitária, detergente e outros. Com uma equipe especializada de limpeza, é possível manter o ambiente limpo de sujeira e em boas condições.

Alimentos perecíveis devem ser mantidos sob refrigeração

Para garantir que os alimentos servidos estejam em perfeitas condições de consumo, é importante mantê-los sob refrigeração de 5ºC — inclusive os alimentos não perecíveis (como vegetais, ovos, leite condensado, leite e derivados etc). Esses são facilmente degradáveis e, se mantidos em condições inapropriadas de armazenamento, estragam mais rápido.

Por isso, fique sempre atento a data de validade desses alimentos, controlando para que eles não fiquem fora da refrigeração por muito tempo após a aquisição.

Mantenha produtos de limpeza longe dos alimentos

Produtos de limpeza como detergente, desinfetante, água sanitária e outros devem ser armazenados em locais próprios, longe do armazenamento de alimentos e depósito de bebidas. Caso consumidos, eles podem causar sérios danos à saúde. E, não se esqueça: os produtos de limpeza também devem ser regularizados junto à Anvisa.

A higiene dos funcionários é fundamental

Em ambientes como restaurantes, cafeterias e similares, é importante que os funcionários mantenham-se sempre limpos, com os cabelos presos e cobertos por toucas, para evitar contato com os alimentos. Além disso, acessórios como brincos, anéis, relógios, além de maquiagem, são proibidos na área de preparo.

Zelar pela higiene dos funcionários vai contribuir para um ambiente muito mais limpo, organizado e seguro para o consumo de comida, evitando erros que possam comprometer a saúde dos clientes e a qualidade dos produtos.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.