Comitê fará estudo para verificar viabilidade de reabertura das academias em Patos de Minas

Análise será conduzida por corpo técnico, levando em conta dados epidemiológicos do município.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Freepik – br.freepik.com

O Comitê Executivo de Enfrentamento à Covid-19 reuniu-se nessa quarta-feira (13) para, entre outras ações, analisar pedidos de flexibilização de atividades. A reabertura de academias de ginástica foi um dos assuntos em pauta, e a discussão contou com a participação direta de representantes do setor. A cobrança para o município autorizar o funcionamento desses estabelecimentos ganhou mais força depois de o presidente da República, Jair Bolssonaro, emitir decreto incluindo-os na lista de serviços essenciais durante a pandemia, ainda que o Superior Tribunal de Justiça já tenha declarado que cabe aos municípios a decisão quanto a liberações.

Representando academias de ginástica, o educador físico Maurício de Oliveira entregou ao comitê uma proposta de reabertura do segmento na qual estão elencados os procedimentos a serem adotados para equilibrar funcionamento das unidades e proteção contra a Covid-19. Entre as medidas, por exemplo, estão a ocupação simultânea de um cliente a cada quatro metros quadrados, exigência do uso de máscara de proteção durante permanência no local, aferição de temperatura de todos os clientes já na chegada e fechamento de cada área do estabelecimento para desinfecção total três vezes por dia.

- Continua depois da publicidade -

Também presente na reunião, Luana Queiroz defendeu que, dentro das academias, o controle de público pode ser feito por meio de aplicativos e de acordo com a capacidade de cada unidade. Ela propôs que ocorra treinamento de equipes e forte fiscalização. Luana também citou as dificuldades financeiras enfrentadas pelos profissionais da área e pelos proprietários de academias, a quem ela representava, além de destacar os benefícios da atividade física para a saúde.

Próximo passo – Com o documento entregue por representantes de academias em mãos, o corpo técnico do comitê inicia estudo para posterior decisão em reunião com os membros do Conselho Deliberativo. “Esse é o caminho que se tem seguido com todos os pedidos de liberação entregues a nós. Vale lembrar que essa análise por parte do corpo técnico, no qual estão profissionais da área de saúde, considera sobretudo os dados epidemiológicos do município”, explica o coordenador do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, Célio Adriano Lopes. “Há sim preocupação com alguns setores em especial, mas temos buscado ouvir a todos e encontrar o melhor caminho sem deixar de lado a proteção da coletividade”, acrescentou.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -