Comissão de Orçamento pode votar projeto sobre nova meta fiscal nesta terça

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

O projeto de lei sobre a revisão da meta fiscal encaminhado pelo governo ao Congresso Nacional deverá ser votado pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) em reunião convocada para a tarde desta terça-feira (29). Se for votado pela comissão, o projeto poderá ser levado à votação na sessão do Congresso Nacional destinada à apreciação de vetos presidenciais, convocada para a noite de amanhã.

Na última sexta-feira (25), o relator do projeto na CMO, deputado Marcus Pestana (PSDB-MG), apresentou parecer favorável ao projeto do governo que altera as metas fiscais deste ano e de 2018, previstas nas Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017 e de 2018 que foram aprovadas pelo Congresso. O relator rejeitou as 67 emendas que foram apresentadas ao projeto pelos parlamentares.

Na proposta enviada ao Congresso, o governo está revendo as metas fiscais deste ano, que prevê um déficit primário de R$ 139 bilhões; e a do ano que vem, cujo déficit previsto era de R$ 129 bilhões. O governo está propondo rever os dois números para um déficit primário de R$ 159 bilhões.

Os argumentos para revisão da meta são a retração da atividade econômica e a consequente queda na arrecadação federal. Em função desses fatores, com menos recursos entrando no caixa e diante das dificuldades para conter as despesas, há necessidade de modificar as metas fiscais constantes nas LDOs, segundo o governo.

Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.