Começa pesquisa anual de estoques privados de café

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está dando início à pesquisa anual de estoques privados de café. A partir desta quarta-feira (29), indústrias, cooperativas, associações e armazenadores de todo o país começam a receber, por e-mail, os códigos de acesso para o Sistema de Pesquisa de Estoques Privados (Sipesp). O preenchimento das informações, no entanto, só deverá ser feito entre os dias 3 e 14 de abril.
A pesquisa vai mostrar o estoque final do produto da safra 2015/2016. Os dados contribuem com o planejamento governamental e na formulação de políticas de fomento à produção agrícola e de abastecimento.
Com a senha enviada por email, os depositários de café poderão responder a pesquisa de estoques privados do produto por meio eletrônico. Aqueles que não possuem acesso ao Sipesp receberão forrmulários pelos correio, para preenchimento pelo modo convencional e envio à Conab até 14 de abril, pelo correio ou pelo e-mail estoque-privado@conab.gov.br. Os armazenadores de café que não receberem o formulário ou a senha para acesso ao Sipesp deve entrar em contato com a Conab até o dia 11 abril.
As informações deverão ter como data base os estoques de café do dia 31 de março de 2017 e não devem incluir o produto da nova safra nem os estoques públicos eventualmente armazenados. Os volumes devem ser informados separadamente por unidade armazenadora e por tipo – arábica ou conilon. Mesmo que os armazenadores não possuam estoques na data de referência, o formulário deve ser preenchido.
No levantamento de 2016, a Companhia apurou um volume total de mais de 13,5 milhões de sacas de café. O café do tipo arábica, predominante no estoque privado nacional, corresponde a 92% do total apurado, enquanto o estoque do conilon representa apenas 8% do estoque privado levantado, de acordo com os armazenadores que responderam aos formulários.


Déborah Santos

Triângulo Notícias
01/04/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS