Defesa do Consumidor 

Após processo do PROCON, COPASA restabelece água em Pindaíbas

Na semana passada, moradores ficam com as torneiras secas. COPASA informou que córrego está praticamente seco.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Fiscais Procon Pindaíbas patos de minas
Fiscais do PROCON estiveram no distrito na sexta (8) e no domingo (10)
Foto: Divulgação

Moradores do Distrito de Pindaíbas enfrentaram falta d’água na última semana. O PROCON de Patos de Minas enviou fiscais na sexta-feira (8) e verificou que ao menos oito imóveis estavam com as torneiras secas. Diante disso, o órgão instaurou um processo administrativo para apurar a conduta da companhia. Caso seja comprovado a má prestação do serviço, a COPASA poderá ser multada.

Segundo a COPASA, o Córrego do Bauzinho, usado para captar água, está praticamente seco e isso provocou o desabastecimento. Ainda na sexta-feira (8), a companhia informou, ao Patos Notícias, que os funcionários limparam o leito do manancial e desta forma permitiram a retomada da captação. Ainda indicaram que caminhões-pipas podem ser usados caso necessário.

O PROCON de Patos de Minas voltou ao distrito no último domingo (10) e visitou 8 imóveis e em todos o abastecimento tinha sido restabelecido.

Quem se sentir lesado pela COPASA pode procurar o PROCON situado na Av. Getúlio Vargas, 245, no centro de Patos de Minas. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 12h30 as 17h30, exceto feriados. O telefone é o (34) 3822-9774.

O Patos Notícias voltou a entrar em contato com a COPASA nesta segunda-feira (11) em busca de informações atualizadas sobre o abastecimento, mas ainda não obteve retorno.

Na cidade, a falta d’água já rendeu uma multa de R$ 1 milhão em desfavor da COPASA. A companhia chegou a recorrer da autuação aplicada pelo PROCON, mas o recurso foi negado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.