Com leitos perto do limite, Zema culpa não vacinados pela alta das internações

Governador fez apelo para que todos se vacinem contra a COVID-19.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO), veio a Patos de Minas nesta sexta-feira (28) para prestigiar a posse de Falcão como presidente da AMAPAR. A chegada estava prevista para às 10h, contudo ele se atrasou e participou somente do final da cerimônia.

Romeu Zema foi diagnosticado com a COVID-19 em 17 de janeiro e liberado do isolamento social na última quinta-feira (27). Ele relatou que nos primeiros três dias sofreu de sintomas como tosse, cansaço e febre.

O governador informou que a COVID-19 tem causado uma sobrecarga no sistema de saúde e que grande parcela das hospitalizações são de não vacinados. Ele citou que a nova variante é mais transmissível e que encontrou dificuldades até para comprar medicamentos na farmácia.

O jornalista Lélis Félix, do Patos Notícias, questionou Zema sobre a alta ocupação hospitalar em Patos de Minas. Dados de quinta-feira (28), apontam que 100% das UTIs gerais e 83,3% das UTIs COVID estavam ocupadas no Hospital Regional Antônio Dias (HRAD). Na Santa Casa de Misericórdia, 80% das UTIs estavam em uso.

Em resposta, Zema não anunciou nenhuma medida restritiva e voltou a culpar as pessoas que não se vacinaram ou não completaram a imunização.

Nós temos vacinas sobrando e mais de 2 milhões de mineiros estão atrasados com a vacinação. Então eu quero fazer um apelo. O sistema de saúde, hoje, muitas vezes está sobrecarregado porque está atendendo pessoas que não fizeram da sua parte, não assumiram da responsabilidade de vacinar com a primeira, a segunda e a dose de reforço. Então ficar culpando os prefeitos, culpar o sistema de saúde é muito fácil, agora assumir a responsabilidade costuma ser um pouco mais difícil. Então eu faço esse apelo, para que todos se vacinem.

Na quinta-feira (27), durante coletiva em Belo Horizonte, Zema afirmou que destinará recursos para os municípios ampliarem a rede de atendimento. Ainda não se sabe se Patos de Minas abrirá novos leitos.

Leia também:

“Vamos voltar as aulas e ver se os casos vai cair ou subir” diz Zema

MG: 324 dos 437 internados em UTI não tomaram nenhuma dose

Confira o calendário de vacinação em Patos de Minas

Assista a íntegra da coletiva:

Preferência por Patos de Minas

Em discurso, Zema informou que já visitou Patos de Minas várias vezes e que isso gera incômodo para outros prefeitos, cujas cidades ainda não foram visitadas.

O governador participou de uma reunião reservada com prefeitos, membros da AMAPAR. Eles pediram recursos para a saúde, recuperação das estradas afetadas pelas chuvas e recursos para infraestrutura urbana.

Leia também:

Falcão e Denise Oliveira assumem a presidência da AMAPAR

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.