Com 72 mortes por covid-19, Uberlândia mantém comércio aberto

No entanto, prefeito Odelmo Leão sinalizou que pode decretar o fechamento dos não essenciais na terça-feira (23).
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Boletim epidemiológico municipal de 17/06/2020

Nesta quarta-feira (17), após reunião do Núcleo Estratégico do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Covid-19, a Prefeitura de Uberlândia divulgou novas deliberações e medidas a serem tomadas nos próximos dias. O prefeito Odelmo Leão determinou a publicação da reedição do decreto atual que regula o funcionamento do comércio e de uma deliberação que determinas aos bancos e lotéricas que adotem medidas para ampliar o horário de funcionamento e evitar filas.

As atividades comerciais estão divididas em três grupos. Alguns setores comerciais poderão atender presencialmente de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h. Outros, considerados como essenciais, poderão exercer suas atividades sem restrições de dias e horários de atendimento. Um terceiro grupo é de estabelecimentos que ainda possuem completa restrição de funcionamento.

- Continua depois da publicidade -

As medidas têm validade de sete dias e foi marcada nova data de deliberação do comitê, para a próxima terça-feira (23), quando será avaliada a evolução do número de casos e adesão ao isolamento social. O prefeito adiantou, ainda, que a partir da próxima terça-feira medidas mais rigorosas devem ser tomadas, como a volta ao primeiro decreto publicado, que permite abertura apenas de estabelecimentos essenciais, ou adesão ao programa do Estado “Minas Consciente”.

“Hoje Uberlândia testa 17 vezes mais que o Estado de Minas Gerais e isso nos permite planejar o combate desse vírus. Mesmo assim, peço novamente o apoio do povo. Se não houver esse apoio nós não vamos sair com sucesso dessa pandemia. Isso depende de cada um de nós.”, disse.

O secretário municipal de Saúde, Gladstone Rodrigues, ressaltou que, desde o início, estão sendo tomadas medidas que equilibram os impactos na saúde e economia do município. “Agora somos obrigados a tomar medidas mais severas. Estamos avisando com uma semana de antecedência para que a população possa se preparar, pois a partir de terça-feira teremos que tomar medidas mais drásticas. É importante ressaltar que não se trata de um lockdown, e sim de restrições ao funcionamento do comércio para que possamos controlar o avanço do vírus”, explicou.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -