Colisão entre carro, carroça e cavaleiro deixa quatro feridos em Carmo do Paranaíba

Quatro jovens ficaram feridos e foram encaminhados para a UPA.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Júlio Cesar (Tô na Mídia)

No início da noite de sábado(03/06) duas carroças e um cavaleiro foram atingidos por um automóvel, próximo ao clube dos japoneses. Os envolvidos ficaram feridos e o animal quebrou a coluna e foi sacrificado.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 18h30min a comparecer na rodovia que liga Carmo a BR 354, onde segundo informações havia acontecido um grave acidente. Segundo informações duas carroças e um cavaleiro estavam vindo da comunidade de São Bento, e acima da entrada de acesso ao Clube dos Japoneses foram surpreendidos pelo automóvel Fiat/Pálio de cor prata que trafegava sentido BR 354 a Carmo do Paranaíba.

- Continua depois da publicidade -

O condutor assustou e jogou o veículo para o acostamento vindo a colidir contra o cavaleiro e as carroças.Primeiramente o condutor bateu no cavaleiro e em seguida na carroça arremessando os seus ocupantes para o alto. Somente um entre os três ocupantes da carroça não ficou ferido.

As vítimas: Camila Siqueira Rodrigues, 21 Anos, João Vitor Romão, 20 anos e o cavaleiro João Vitor Azevedo, 23 anos, foram levados até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para receberem atendimento médico.O motorista do automóvel Eduardo Braga de Melo, 20 anos, também ficou ferido e foi levado para UPA sentindo dores na cabeça.

No total eram sete pessoas, sendo: 03 na carroça da frente, 03 na carroça detrás e o cavaleiro. As pessoas que estavam na carroça da frente nada sofreram. O animal quebrou a coluna e foi sacrificado no local.

Júlio Cesar (Tô na Mídia)
Informações: Polícia Militar

 

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -