Colisão entre caminhões mata duas pessoas na BR 365

O acidente aconteceu no município de Patrocínio. A pista ficou interditada por cerca de 14 horas.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação (Polícia Rodoviária Federal/PRF)

Um grave acidente no km 501 da BR 365, próximo a Patrocínio, no Alto Paranaíba, deixou dois mortos no final da tarde de terça-feira (12/05).

Segundo o Corpo de Bombeiros, um caminhão colidiu na traseira de outro que carregava etanol. O primeiro veículo transportava abacates e tinha como passageira uma jovem de 22 anos, natural de São Paulo, capital. Quando os militares chegaram ela já se encontrava em óbito.

- Continua depois da publicidade -

O motorista do caminhão de abacates, um homem de 42 anos, natural de Venturosa, no estado de Pernambuco, ficou preso nas ferragens. Os Bombeiros tiveram que combater focos de incêndio e após isso iniciaram imediatamente os procedimentos para a retirada da vítima.

Profissionais do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) também participaram do resgate. Enquanto os Bombeiros faziam o desencarceramento, cortando partes da lataria do caminhão, os socorristas monitoravam os sinais das vitais da vítima. Após cerca de quatro horas, o motorista perdeu a consciência e faleceu. Os profissionais do SAMU tentaram reanimá-lo, porém sem sucesso.

O outro caminhão que carregava etanol era ocupado pelo motorista, de 57 anos, que não sofreu ferimentos. Ele disse que transportava cerca de 30 mil litros de combustível, cujo destino final era Patos de Minas.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também esteve na BR 365 e controlou o trânsito. O motorista do caminhão de etanol foi ouvido e relatou que a vegetação estava em chamas, provocando uma espessa nuvem de fumaça que prejudicava bastante a visibilidade. Não houve vazamento de combustível. As causas do acidente poderão ser investigadas.

O trânsito ficou totalmente interditado até as 6h desta quarta-feira (13/05). Um grande congestionamento se formou e somente duas horas depois o fluxo voltou a fluir com normalidade.

Fotos: Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -