Codema determina a construção de calçada pela Copasa no entorno da Mata do Catingueiro em Patos de Minas

Novo diretor de meio ambiente participou do encontro com os conselheiros ambientais.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Na primeira reunião ordinária do ano, os membros do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Codema) se declinaram sobre vários assuntos previstos na pauta ambiental. A reunião aconteceu de forma presencial na manhã de 10 de fevereiro, no salão de júri do antigo Fórum, cumprindo-se todas as medidas de biossegurança relativas à pandemia.
O novo diretor municipal de meio ambiente, recém empossado, Vinícius de Morais Machado, participou do encontro ambiental e se manifestou aos conselheiros que irá focar muito na parte técnica da equipe da Diretoria de Meio Ambiente, com projetos voltados pela melhoria e fortalecimento do setor ambiental de Patos de Minas.
O empresário e diretor da Conserbras Walter Soares e a bióloga responsável pela gestão do Aterro Sanitário de Patos de Minas, Kelly Andrade, também participaram da reunião do Codema para informar sobre o processo de implantação da coleta seletiva, sistema de reciclagem e da situação do aterro, dentre outros projetos previstos para ser implantados no Município para os próximos anos.
Na pauta foram discutidos muitos temas sobre a aprovação de diretrizes ambientais para loteamentos e empreendimentos imobiliários em Patos de Minas. Foram votados os processo administrativo nº 15457;2020 do loteamento Arnaldo Queiroz de Melo; processo administrativo nº 703/2021 de projetos do empreendimento Jardim Júlia II; processo administrativo nº 784/2021 de intervenção em área de proteção permanente (APP) do loteamento Valdir Participações; e discussão para a elaboração de normativa que definirá a regulamentação de pedidos de plantio de mudas de espécies frutíferas e nativas em áreas protegidas, por meio de pessoa física e jurídica. O processo de eleição e a formação de chapa para o próximo ciclo da Codema para o mandato de dois anos, também foi assunto debatido na reunião.
O ponto alto das discussões entre os conselheiro foi a reapresentação do processo administrativo nº 8645/2018 com toda a documentação protocolada que contém a Resolução do Conselho que prevê e determina como medida compensatória pela Copasa da construção de calçada no entorno do maciço Sagarana do Parque Mata do Catingueiro em Patos de Minas. Várias foram as manifestações sobre o assunto.
No processo está prevista como medida mitigadora aprovada pelo Codema desde 2018, a doação de 5500 mudas de árvores nativas pela Copasa, com a concordância oficializada pela concessionária. Porém, os conselheiros desde a data de protocolo do processo entendem que além da mitigação, a empresa de distribuição de água e tratamento de esgoto pela grandiosidade das intervenções ambientais, com a supressão de vegetação e a movimentação de aterro e desaterro do solo, para a construção de obras para a ampliação de redes e melhorias no sistema de saneamento, deve cumprir obrigatoriamente a compensação prevista e aprovada na Resolução Ambiental do Codema, juntada no processo nº 8645/2018. .
Ao final, mais uma vez, os conselheiros ambientais ratificaram o texto original do documento normativo que determina à Copasa a construção de calçada no entorno de um dos fragmentos da Mata do Catingueiro, como medida compensatória, como um bem à coletividade, como uma ação para a melhoria da qualidade de vida da população, incentivo a práticas esportivas e, principalmente, como medida de segurança e proteção da área verde, minimizando os impactos de destruição ambiental, como os focos de incêndios e a destinação irregular de resíduos no local de preservação ambiental em Patos de Minas.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.